ciberseguranca pmes

Falta de cibersegurança causa efeitos notórios nas PMEs, mostram pesquisas

2 minutos de leitura

Mais de 27% das pequenas e médias empresas (PMEs) não colocam a cibersegurança como prioridade no orçamento



Por Redação em 02/08/2022

Segundo uma pesquisa da Kaspersky, quase um terço das pequenas e médias empresas do Brasil (27,5%) não colocam a cibersegurança como uma prioridade em seus orçamentos. E mais do que a cibersegurança, a tecnologia da informação (TI) é deficitária em 15% das PMEs brasileiras, onde não há uma pessoa sequer responsável pela área. 

Para os pesquisadores, o índice é preocupante porque essas empresas, em conjunto, têm representatividade importante na economia do país e por isso já se tornaram alvos frequentes do cibercrime. 

De acordo com o Sebrae, 29,5% do Produto Interno brasileiro foi proveniente dos pequenos negócios no ano passado. Isso corresponde à cifra de R$ 1,1 trilhão.

Softwares piratas e cibersegurança nas PMEs

A pesquisa da Kasperky mostra também que falta consciência aos proprietários de PMEs sobre políticas de segurança cibernética. No geral, ela pontua que as pequenas e médias empresas não têm uma estratégia para o uso de dispositivos ou acesso à rede corporativa, assim como não treinam seus funcionários para que possam identificar e evitar serem vítimas de ataques.  

O site Convergência Digital relacionou que outro problema é o uso de software pirata, que é prática em mais de 50% das empresas locais, segundo estudo da Associação Brasileira de Empresas de Software (Abes). A matéria cita que pesquisas internacionais demonstram que a taxa média global de uso de software pirata em empresas é de 35% e, portanto, menos pior que a do Brasil. “Esse último atalho quase sempre acaba sendo pior, visto que esses programas ou aplicativos não recebem atualizações ou patches e acabam expondo os sistemas de computador das empresas a inúmeros ataques”, pontua a reportagem.

Os efeitos disso já são contabilizados: em 2021, a média global de ataques cibernéticos aumentou 50% no mundo em comparação a 2020. Já no Brasil, o aumento foi de 77%, chegando a 1.046 ataques semanais no ano passado, segundo o relatório anual conduzido pela Check Point Software



Matérias relacionadas

ciberseguranca Estratégia

Big Data Analytics e Inteligência Artificial são pilares da cibersegurança

Para a Gartner, a análise de dados e soluções automatizadas são determinantes para a proteção de dados e estratégias de segurança digital

migracao para cloud Estratégia

5 erros na migração para cloud

Planejamento e equipe capacitada estão entre os principais cuidados para as organizações que desejam fazer a migração para cloud

Ásia tecnologia Estratégia

Lições da Ásia para o futuro da tecnologia

Estudo aponta que haverá mais 900 milhões de usuários de internet na Ásia até 2025, o que demanda investimentos de mais US$ 151 bilhões em TI até esta data

varejo tecnologia Estratégia

Varejo usa tecnologia para entregar boa experiência de consumo 

Com participação do Boticário, 5º episódio da minissérie Empresas Líquidas mostra como os dados e a tecnologia empoderam o cliente no varejo