pesquisa bosh tech compass

Pesquisa mostra que tecnologia é a chave para enfrentar desafios atuais

2 minutos de leitura

Três em cada quatro pessoas consideram que o desenvolvimento tecnológico é relevante para combater as mudanças climáticas e outros problemas da sociedade



Por Redação em 27/01/2022

A maior parte dos consumidores (83%) concorda fortemente que a tecnologia deve ser mais focada em lidar com os principais desafios atuais, em vez de atender às necessidades individuais. Além disso, 72% destacam que o progresso tecnológico é um diferencial para combater as mudanças climáticas. 

As conclusões são de uma pesquisa da Bosch Tech Compass, divulgada durante a Consumer Electronics Show (CES) 2022, que aconteceu no início de janeiro, em Las Vegas. O levantamento foi realizado por meio de entrevistas com pessoas de diversos perfis em países como China, Índia, Alemanha, Reino Unido e Estados Unidos. 

Segundo a Bosch, o objetivo foi analisar as “mudanças rápidas e profundas” possibilitadas pela tecnologia. A empresa também destacou que espera que isso incentive as pessoas a valorizarem o impacto positivo do progresso tecnológico em um mundo globalizado.

China e Índia se mostram mais abertas à tecnologia

O levantamento mostrou que existem percepções distintas acerca das tecnologias mais promissoras e seus usos, de acordo com a região em que a pesquisa foi conduzida. Por exemplo, enquanto a maioria dos entrevistados chineses (83%) e indianos (77%) estão mais confiantes de que a tecnologia está sendo usada para resolver os principais problemas do mundo atual, a confiança em outros lugares diminui. Nos Estados Unidos, apenas 47% concordam com essa afirmação; no Reino Unido, 37%, e na Alemanha, 29%.

Na avaliação de tecnologias individuais e seu impacto, também foram observadas diferenças regionais significativas. Enquanto a Alemanha, o Reino Unido e os EUA veem tecnologias verdes como engenharia climática, biotecnologia e hidrogênio como tendo um impacto particularmente positivo na sociedade, China e Índia têm grandes expectativas em relação a tecnologias inteligentes e conectadas, como inteligência artificial (IA) e 5G. Porém, cerca de um terço dos entrevistados nos EUA e na Europa entendem a IA como uma ameaça tecnológica.

Risco cibernético preocupa maioria das pessoas

A pesquisa também mostrou que duas em cada três pessoas (independentemente da região) consideram os ataques cibernéticos como o maior risco digital. Apesar do temor, os entrevistados apontaram alguns benefícios resultantes da tecnologia, tais como uma vida mais confortável (54%), segurança (51%) e facilidades para o trabalho (49%).

Questionados sobre o quanto consideram que o seu país está preparado para o avanço do progresso tecnológico, 97% dos chineses se mostraram extremamente confiantes, assim como a população indiana (88%), norte-americana (82%) e do Reino Unido (76%). No entanto, mais da metade dos alemães acreditam que o seu país está mal ou muito mal preparado para os avanços tecnológicos. 



Matérias relacionadas

cidades inteligentes Inovação

Tecnologia habilita cidades inteligentes

A tecnologia permite que os municípios entendam as demandas dos cidadãos, invistam em segurança pública, melhorem o trânsito, entre outros quesitos das cidades inteligentes

usina de Ouro Branco Inovação

Parceria com Embratel habilita indústria 4.0 na Gerdau

Com tecnologia da Embratel, a Gerdau vai implantar uma rede privativa dedicada 5G e LTE 4G em uma de suas fábricas, viabilizando os conceitos da indústria 4.0

Inovação

Desenvolvimento de IA dá lugar a BPO em planejamento de CFOs, aponta Gartner

Departamentos financeiros vão investir em outsourcing para implementar inteligência artificial em seus negócios em busca de mais sucesso nos projetos

Inovação

Metaverso exigirá mais cuidado com proteção de dados

O uso de um óculos de realidade aumentada por cerca de 20 minutos pode levar à captação de 20 milhões de dados de reações, biometria e comportamento