tecnologia pequenos varejos

Tecnologia acelera crescimento de pequenos varejos

2 minutos de leitura

Com digitalização de estoques e ajuda em gestão financeira, startup DoLado impulsiona pequenos negócios locais



Por Redação em 18/05/2022

No início da pandemia, em março de 2020, o varejo precisou fechar suas portas, junto com as restrições à circulação, e se reinventar para atender às demandas dos consumidores. Foi neste cenário que a startup DoLado surgiu, com a proposta de digitalizar os estoques do varejo de bairro (daí seu nome, “do lado”) e ajudar essas pequenas empresas a gerenciarem seus produtos.

“Foi um produto desenhado pela necessidade do momento”, explicou Khalil Yassine, diretor operacional da DoLado, fundada por ele e os sócios Guilherme Freire e Marcelo Loureiro, em reportagem do Estadão.

O negócio, com foco nos chamados “invisíveis do varejo” cresceu e, em abril deste ano, a startup  levantou a primeira rodada de investimento formal, de US$ 10 milhões, do tipo série A. O aporte foi liderado pelo fundo Valor Capital, seguido por Flourish (Grupo Omidyar Network), GFC, Clocktower Ventures, IDB (em estreia em investimentos no Brasil) e Endeavor.

A companhia, que tem atualmente 20 mil clientes, pretende alcançar 100 mil pequenos comércios até o fim do ano. Para tanto, além de passar a atuar na logística de acessórios para smartphones e informática, a DoLado pretende entrar também na área de gestão financeira dos comerciantes.

Tecnologia é aliada do varejo

O crescimento da DoLado, durante a pandemia, é explicado, justamente, pelo fato de os pequenos varejistas não contarem com soluções de tecnologia para seus negócios. 

Na visão de Daniel Feche, Head de Varejo para Soluções Digitais da Embratel, a adoção de ferramentas tecnológicas é, de fato, primordial para o sucesso das operações do varejo.

“A pandemia acelerou a digitalização e a mudança de hábitos dos consumidores. Por isso, os canais de varejo precisam passar a entender a tecnologia como uma aliada”, disse ele, em entrevista exclusiva ao Próximo Nível. 

Segundo o especialista, para conseguirem se destacar no mercado, as empresas precisam contar com ferramentas que possam integrar os estoques e os diferentes canais de vendas, além de passarem a trabalhar com dados, de forma a personalizar o atendimento e, com isso, conseguirem melhores resultados. 

“Hoje, a experiência do cliente está no centro do negócio e o uso de dados e soluções de tecnologia conversa diretamente com as demandas do cliente”, pontuou.



Matérias relacionadas

Estratégia

Governança, risco e compliance são pilares da conformidade. Entenda o porquê

GRC, sigla para governança, risco e compliance, envolve práticas que reduzem custos corporativos, proporcionam maior segurança nos processos e transparência na operação

abandono de carrinhos Estratégia

Mais de 80% dos usuários abandonam carrinhos em e-commerces

As razões para o abandono de carrinhos são as mais diversas. Porém, o uso de tecnologia para integração da cadeia logística é uma alternativa para reduzir esse índice

esg transformacao digital Estratégia

Entenda como a transformação digital contribui para o ESG

Soluções de automação, análise de dados, cibersegurança e nuvem, entre outras, contribuem para que as empresas aprimorem seus processos e economizem recursos

tic esg Estratégia

Setor TIC está comprometido com agenda ESG, aponta Brasscom

Relatório da Associação das Empresas de TIC e de Tecnologias Digitais (Brasscom) mostra que o setor está comprometido com boas práticas ambientais, sociais e de governança