5G é divisor de águas para o agronegócio

No Brasil, o setor do agronegócio será um dos grandes beneficiados com a quinta geração de telefonia móvel, o que representa uma oportunidade para as empresas de telecomunicações

agronegocio


Por Redação em 13/10/2021

Atualmente, de acordo com dados do Atlas do Espaço Rural Brasileiro, do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), dos 5,07 milhões de estabelecimentos rurais, 3,64 milhões de propriedades ainda não têm internet. Em outras palavras: mais de 70% das propriedades rurais ainda estão off-line. Com o 5G e o aumento da conectividade no campo, a tendência é de que o agronegócio ganhe produtividade e valor.

Conforme informações do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), uma ampliação de 25% na conexão no campo já seria suficiente para o aumento no valor bruto da produção agropecuária brasileira em 6,3%. 

Para os produtores, o 5G representa uma oportunidade de redução de custos, pois aumentará a eficiência dos processos produtivos. “Isso deve, inclusive, fazer com que os jovens voltem para o campo, o que traz benefícios também no âmbito social”, disse a ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Tereza Cristina, à Agência Brasil

Conectividade permite acesso à agricultura de precisão

O 5G deve promover maior democratização no campo, permitindo aos produtores o acesso a uma série de benefícios, como o uso de drones para definição e controle de áreas, máquinas e veículos agrícolas autônomos e conectados, monitoramento de culturas e animais, automatização de colheita e pulverização, entre outros.

Além disso, a gestão de equipamentos tende a ser mais simples, uma vez que será possível identificar a demanda por manutenção antes da ocorrência de falhas e controlar melhor o uso de máquinas, a necessidade de combustíveis e as rotas dos veículos. Até mesmo o monitoramento meteorológico, de umidade do solo e de temperatura, tende a ser mais simples. 

Com tudo isso, a perspectiva é de que toda a cadeia produtiva ganhe, inclusive as empresas de telecomunicações, que podem contribuir para que as máquinas e equipamentos ampliem a tecnologia embarcada. Embora esse tipo de tecnologia já esteja disponível, hoje o interesse do agricultor ainda é reduzido, dado o baixo índice de conectividade.  

Leia também:

– Em Banda Ku, satélites da Embratel habilitam o próximo nível das parabólicas

Mudança de cenário, experiência positiva em Rio Verde

Em dezembro de 2020, o Governo de Goiás lançou uma rede 5G experimental na cidade de Rio Verde, mostrando que a nova tecnologia pode mudar o cenário de conectividade rural. 

A ativação foi feita pela operadora Claro, a partir de uma licença de demonstração concedida pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), com validade de um ano. Após esse período, será realizado um leilão e o objetivo é acelerar o uso de inteligência artificial e de internet das coisas no campo. 

Satélite D2 também viabiliza conectividade

Em avanço paralelo, a banda larga satelital também avança para levar conectividade em campo. Lançado em julho, o satélite Star One D2 da Embratel, por exemplo, apresentou inovações ao, além de viabilizar a terceira geração de TV digital, prover conectividade a setores como o agronegócio, óleo e gás, educação e outros.

O satélite, da Embratel, é híbrido e conta com quatro bandas: C, Ku, Ka e X, necessárias para atender demandas de diversos segmentos de negócios. Em locais mais afastados ou remotos, a banda Ka, por exemplo, vai trabalhar em conjunto com o satélite Star One D1, aumentando o poder de conectividade. 


E-book gratuito: saiba como implementar uma cultura de cibersegurança na sua empresa

Saiba mais


Matérias relacionadas

computacao em nuvem Estratégia

Computação em nuvem pode gerar economia de US$ 3 trilhões até 2030

Relatório da consultoria McKinsey aponta melhorias que a tecnologia vai agregar

golpes digitais cresceram Estratégia

Golpes digitais cresceram 35% em 2023

Os golpes bancários ainda lideram a lista por segmentos, no Brasil

ia em bancos Estratégia

Uso de IA em bancos traz hiperpersonalização de atendimento

Instituições financeiras apostam na tecnologia para replicar conceito de private banking no varejo

tentativas de fraude Estratégia

Vendas de fim de ano registram cerca de R$ 83,8 milhões em tentativas de fraude

Contudo, estudo realizado pela ClearSale revelou queda de 15,7% no valor das tentativas, em relação a 2022