esg

Claro mostra comprometimento com ESG em Relatório de Impacto 2021

3 minutos de leitura

Documento mostra comprometimento da Claro com as políticas de responsabilidade social, ambiental e de governança (ESG)



Por Redação em 17/02/2023

O Relatório de Impacto, organizado pela Claro e pelo Instituto Claro, mostra o comprometimento da companhia com as políticas de responsabilidade social, ambiental e de governança, conhecidas internacionalmente pela sigla ESG. O documento lista várias iniciativas bem sucedidas nos três pilares, que vão desde a redução do uso consciente do papel até a adoção de bicicletas elétricas pelos profissionais que trabalham no grupo. Os dados do relatório foram divulgados no final de 2022 e analisam as políticas ESG ao longo de 2021.

Na prática, as ações resultaram em ganhos importantes. A iniciativa Paperless, por exemplo, gerou a redução de 34 milhões de folhas de papel. O objetivo foi conseguido com treinamentos e sistemas específicos que removeram burocracias e simplificaram processos internos. Com novos controles na gestão de impressão e uso ecologicamente consciente dos recursos, o projeto conseguiu mudanças significativas no consumo de papel em todas as etapas do trabalho.

Ainda na área ambiental, o Bike Claro é outro destaque, oferecendo bicicletas elétricas para os técnicos da empresa. A iniciativa garantiu 55 carros a menos nas ruas e disponibilizou 72 bicicletas em 13 cidades. Ainda para diminuir a emissão de CO2, o projeto A Energia da Claro, responsável pela gestão de usinas de energia renovável, inclui mais de 70 usinas de energia sustentável.

Outro sucesso em 2021 foi o Pé-de-Pincha, projeto realizado em parceria com a Universidade Federal do Amazonas, com o objetivo de conservação e conscientização da importância da preservação de quelônios e tracajás (tartarugas, cágados e jabutis). Os números nesse caso envolveram o monitoramento de mais de 500 ninhos, com 17,5 mil ovos chocados e cerca de 11,6 mil filhotes soltos no habitat natural.

Frente social inclui educação e voluntariado

A frente social também tem destaques, incluindo o Conexão Voluntária — programa de voluntariado da Claro — que beneficiou mais de 50 mil pessoas em 2021, durante a pandemia de Covid-19. Foram mais de 4,8 mil participações voluntárias em 135 ações. “O impacto na minha vida foi o sentimento de partilha e amparo”, comenta Zalboeno Lins, voluntário no projeto.

Outra ação é o Rota Solidária, que arrecadou alimentos para a montagem de cestas básicas. “Usamos o trabalho da nossa equipe técnica, que já estava nas ruas, para buscar doações nas residências de colaboradores e levar para nossas sedes administrativas”, explica o gerente de responsabilidade social da Claro, Flávio Rodrigues. O Rota Solidária aconteceu em mais de 70 cidades em 2021.

O Dupla Escola é outra iniciativa que, junto à secretaria de educação estadual do Rio de Janeiro, fornece ensino médio técnico profissionalizante em telecomunicações para jovens de Pedra de Guaratiba, na Zona Oeste do Rio de Janeiro. Focado em estudantes entre 14 e 17 anos, o programa trouxe 435 deles para a iniciativa e formou 122, que receberam o diploma de técnico profissionalizante em telecomunicações em 2021.

LGPD na mira da governança

No pilar governança, o relatório inclui a construção de um ambiente corporativo guiado por um Código de Ética, a oferta de treinamento para todos os colaboradores e a disponibilização de um comitê para fiscalizar, avaliar e resolver todas as demandas.

Um exemplo é o atendimento às políticas da Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD). O documento mostra que a companhia cumpre a legislação, respeitando a política de privacidade e fornecendo dados mediante solicitação de autoridades. Nesse último caso, a empresa registrou quase 34 mil pedidos de quebra de sigilo, todos eles obedecendo as normas legais.

Outra iniciativa é o Comitê de Ética, formado por pessoas das áreas de Recursos Humanos, Auditoria Interna, Jurídico, Financeiro, Operações e Compliance, encarregado de avaliar e resolver os casos que descumprem as diretrizes do Código de Ética. Ainda nessa frente, o relatório destaca que 34,5 mil colaboradores realizaram o treinamento do Código de Ética ao longo de 2021, fortalecendo o G, da sigla ESG, que diz respeito às ações de governança.


E-book gratuito: saiba como implementar uma cultura de cibersegurança na sua empresa

Saiba mais


Matérias relacionadas

fraudes bancarias Estratégia

Tentativas de fraudes bancárias evitadas chegam a R$ 766 milhões no Brasil

Aumento do ticket médio é o que mais assusta em levantamento da ClearSale

hiperpersonalizacao fidelidade Estratégia

A hiperpersonalização é o próximo nível no mercado de fidelidade

Para Fernanda Barchese, da Livelo, a hiperpersonalização permitirá o acompanhamento da jornada do cliente e as escolhas das melhores recompensas

instituicoes Estratégia

Inteligência artificial eleva o poder das instituições  

Para Tania Cosentino, da Microsoft, em pouco tempo não viveremos mais sem a inteligência artificial

Estratégia

Especialista defende ‘Cloud First’ diante da digitalização dos negócios

Segundo episódio da terceira temporada da websérie da Embratel, com Silvio Meira, debate o papel da migração das empresas para a nuvem