empresas de ti

Em dez anos, quantidade de empresas de TI aumentou 43% no Brasil

2 minutos de leitura

De acordo com estudo da Assespro-PR, entre 2012 e 2021 o número de empresas de TI abertas no país triplicou



Por Redação em 22/08/2022

O Brasil já tem 275 mil empresas voltadas a serviços de TI, conforme levantamento da Assespro-PR. Segundo a entidade, entre 2012 e 2021 a quantidade de organizações criadas triplicou, passando de 13,4 mil 2012 para 36,9 mil em 2022. 

Ao mesmo tempo, o número das que entraram em inatividade foi duas vezes menor, se comparado os mesmos períodos.

A pesquisa sobre o panorama do setor de TI é publicada mensalmente desde janeiro de 2018, em parceria com o Departamento de Economia da Universidade Federal do Paraná (UFPR).

Para a composição dos dados é usada a base de informações da Receita Federal, que aponta a lista das empresas em operação, inativas ou canceladas, de acordo com o Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica (CNPJ).

São Paulo lidera o ranking de novas empresas de TI

O estado de São Paulo foi o que registrou o maior número de empresas abertas, com 132 mil. Em seguida, o estudo mostra o Rio de Janeiro, com 26 mil, Minas Gerais, com 20 mil, e Paraná, que alcançou 17,4 mil novos empreendimentos no setor.

Vida média é inferior a 6 anos

O estudo também mostrou que o tempo de vida média das empresas que atuam no segmento de serviços em TI é de 5,6 anos. 

O estado de São Paulo, por reunir a maior quantidade de empresas ativas (48% do total nacional) apresenta uma média igual à nacional, com o Rio Grande do Sul (5,9) e Rio de Janeiro (7,4) com médias superiores. 

Já o Rio de Janeiro ficou em 2º lugar no ranking com empresas mais longevas, atrás apenas do Acre (7,5). Uma explicação para isso é o fato de o estado estar criando polos de inovação e tecnologia, o que abre oportunidades para continuidade de negócios no setor. 

Por outro lado, Santa Catarina, Paraná e Minas Gerais apresentam médias abaixo da nacional. O Paraná ficou com média de 4,7 anos. 

Estudo também mostrou diversidade e idade dos empreendedores

Um dos resultados do estudo apontou que, em relação ao quadro societário da empresas de TI, no período 2012/2021, houve uma redução da participação feminina, que passou de 30% em 2012, para 20% em 2021. 

Já a pesquisa por faixa etária mostrou que a maior parte dos empreendedores tem entre 41 e 50 anos de idade. Apesar disso, no período houve aumento de participação de  sócios com idade até 30 anos, cujo percentual passou de 3% do total, em 2012, para 33%, em 2022.


E-book gratuito: saiba como implementar uma cultura de cibersegurança na sua empresa

Saiba mais


Matérias relacionadas

hiperpersonalizacao fidelidade Estratégia

A hiperpersonalização é o próximo nível no mercado de fidelidade

Para Fernanda Barchese, da Livelo, a hiperpersonalização permitirá o acompanhamento da jornada do cliente e as escolhas das melhores recompensas

instituicoes Estratégia

Inteligência artificial eleva o poder das instituições  

Para Tania Cosentino, da Microsoft, em pouco tempo não viveremos mais sem a inteligência artificial

Estratégia

Especialista defende ‘Cloud First’ diante da digitalização dos negócios

Segundo episódio da terceira temporada da websérie da Embratel, com Silvio Meira, debate o papel da migração das empresas para a nuvem

omnichannel Estratégia

Omnichannel: qual o próximo passo?

Para Amanda Andreone, a oferta ao cliente baseada em insights e dados é o grande caminho