Web Summit
embraer inovacao

Embraer tem gestão de inovação diversificada 

2 minutos de leitura

CEO da Embraer-X deve detalhar plano de inovação aberta durante o Web Summit Rio 2023, que acontece de 01 a 04 de maio no Rio



Por Redação em 20/04/2023

O conceito de inovação aberta – ou open innovation – é antigo. Ela não tinha esse nome, mas já estava presente no avanço das grandes navegações do século XVII, de acordo com especialistas da FEA-USP. Ainda segundo a escola de administração, a prática envolve um modelo de gestão empresarial que promove o desenvolvimento disruptivo na empresa, por meio da descentralização da sua mentalidade inovadora. “Ou seja, busca a inovação a partir da criação de parcerias externas com outras pessoas e organizações”.

A Embraer é um exemplo desse processo. Em uma entrevista em 2020, Daniel Moczydlower, presidente e CEO da Embraer-X, o agente de inovação da fabricante brasileira, detalhou os quatro canais que a companhia usava para fomentar parcerias e destacando um ponto comum: os parceiros, em sua maioria, já geravam receita em suas operações. 

Na época, os canais citados por Moczydlower incluíam o Embraer Startup Program, Fundo de Investimento em Participações (FIP) Aeroespacial, Programa de Aceleração Tecnológica e o Catapult Ventures (fundo de investimento no Vale do Silício). Ele adiantava ainda que, com um investimento de cerca de 6% do faturamento em pesquisa e desenvolvimento, a Embraer tinha uma gestão por horizontes e verticais de inovação e hoje é considerada pelo jornal Valor como a terceira empresa mais inovadora do Brasil. 

O assunto deve ser atualizado por Daniel Moczydlower durante uma palestra dedicada à Inovação Aberta durante o WebSummit Rio 2023, com cobertura e apoio de mídia do Próximo Nível.

Horizontes e Inovação Aberta da Embraer-X

Como tem revelado Moczydlower, o horizonte 1 de inovação aberta da Embraer-X considera as inovações necessárias para manter a competitividade e crescer nos mercados atuais onde a empresa atua. Nesse caso, o foco é a continuidade dos investimentos da evolução tecnológica e desenvolvimento contínuo de seus produtos de aviação comercial, executiva e defesa. 

Já os horizontes 2 e 3 consideram as inovações adjacentes e fora do core business da companhia, e incluem desde tecnologias de eletrificação até segurança cibernética. 

Os exemplos de iniciativas de inovação aberta da Embraer incluem o recente nanossatélite VCUB1, desenvolvido pela Visiona Tecnologia Espacial, uma joint-venture entre a Telebras e a Embraer. 

Reprodução: Facebook Visiona Tecnologia Espacial

De acordo com reportagem do site Convergência Digital, o equipamento foi lançado na segunda quinzena de abril de 2023, nos Estados Unidos, e é o primeiro satélite de observação da Terra para coleta de dados projetado pela indústria nacional.

Outra iniciativa recente é o aporte de R$ 20 milhões no fundo gerido pela MSW para investir em startups que tenham sinergia com a estratégia de inovação da empresa, segundo o site de economia InfoMoney

“Nossa missão é co-criar o futuro da Embraer, das investidas e do ecossistema por meio de uma inovação pensada em conjunto. Desta forma, buscamos, via Embraer Ventures, alavancar a estratégia de inovação da companhia, aportando valor às investidas e aumentado suas chances de sucesso, ao mesmo tempo em que geramos retorno financeiro para garantir perenidade ao fundo de investimento”, declarou Moczydlower ao site. 


E-book gratuito: saiba como implementar uma cultura de cibersegurança na sua empresa

Saiba mais


Matérias relacionadas

fraudes bancarias Estratégia

Tentativas de fraudes bancárias evitadas chegam a R$ 766 milhões no Brasil

Aumento do ticket médio é o que mais assusta em levantamento da ClearSale

hiperpersonalizacao fidelidade Estratégia

A hiperpersonalização é o próximo nível no mercado de fidelidade

Para Fernanda Barchese, da Livelo, a hiperpersonalização permitirá o acompanhamento da jornada do cliente e as escolhas das melhores recompensas

instituicoes Estratégia

Inteligência artificial eleva o poder das instituições  

Para Tania Cosentino, da Microsoft, em pouco tempo não viveremos mais sem a inteligência artificial

Estratégia

Especialista defende ‘Cloud First’ diante da digitalização dos negócios

Segundo episódio da terceira temporada da websérie da Embratel, com Silvio Meira, debate o papel da migração das empresas para a nuvem