Embratel EDR garante segurança contra ataques cibernéticos

< 1 minuto de leitura

Uma solução de segurança para servidores físicos, virtuais ou em nuvem: essa é a definição do Endpoint Defense and Response (EDR) da Embratel



Por Redação em 13/05/2022

A maior digitalização trouxe inúmeros benefícios para as empresas e para a sociedade. No entanto, todos os usuários precisaram aprender a lidar com um grave problema decorrente disso, o risco de ataques cibernéticos. Roubo de dados e outros crimes, como os conhecidos como ransomware, acabaram se tornando frequentes, em decorrência da vulnerabilidade dos sistemas. Um novo produto da Embratel, o Endpoint Defense and Response (EDR), foi lançado justamente com o objetivo de promover maior proteção. 

O Embratel EDR é uma solução de segurança para servidores físicos, virtuais ou em nuvem, que atua dentro e fora da rede das empresas, seja para implementar o home office, seja para migrar os serviços da organização para a nuvem.

O EDR conta com funcionalidades como anti-ransomware, antivírus, filtro de conteúdo, criptografia, prevenção à perda de dados e controle de aplicações e de dispositivos periféricos, detectando riscos que possam ameaçar a infraestrutura.

Conheça as funcionalidades do Embratel EDR

1. Bloqueio de ameaças

Além de identificar malwares, a ferramenta analisa comportamentos suspeitos e isola da rede dispositivos que possam trazer riscos.

2. Controle web

O EDR bloqueia sites suspeitos ou conteúdos inadequados.

3. Controle de aplicações

Apenas os administradores podem gerenciar as aplicações nos terminais.

4. Proteção de dados

A ferramenta previne a perda de informações, restringindo a transferência de arquivos que possam conter dados sensíveis.

5. Bloqueio de periféricos

Mídias e dispositivos removíveis periféricos, como mouses, fones e outros, que também podem ser invadidos também são bloqueados. 


E-book gratuito: saiba como implementar uma cultura de cibersegurança na sua empresa

Saiba mais


Matérias relacionadas

hiperpersonalizacao fidelidade Estratégia

A hiperpersonalização é o próximo nível no mercado de fidelidade

Para Fernanda Barchese, da Livelo, a hiperpersonalização permitirá o acompanhamento da jornada do cliente e as escolhas das melhores recompensas

instituicoes Estratégia

Inteligência artificial eleva o poder das instituições  

Para Tania Cosentino, da Microsoft, em pouco tempo não viveremos mais sem a inteligência artificial

Estratégia

Especialista defende ‘Cloud First’ diante da digitalização dos negócios

Segundo episódio da terceira temporada da websérie da Embratel, com Silvio Meira, debate o papel da migração das empresas para a nuvem

omnichannel Estratégia

Omnichannel: qual o próximo passo?

Para Amanda Andreone, a oferta ao cliente baseada em insights e dados é o grande caminho