seguranca de fronteira

Mercado global de segurança de fronteira será de US$ 70 bi em 2027

2 minutos de leitura

Mercado de tecnologia de segurança de fronteira excederá US$ 70 bilhões globalmente em 2027



Por Redação em 19/12/2022

Um novo estudo da Juniper Research estima que o mercado de tecnologia de segurança de fronteira vai superar os US$ 70 bilhões globalmente em 2027. Com isso, essa área crescerá 47% nos próximos cinco anos, uma vez que movimenta atualmente US$ 48 bilhões. O relatório prevê ainda que a adoção de tecnologias integradas de inteligência artificial (IA), como sistemas avançados de vigilância, será um fator importante. 

A adoção, no entanto, está causando polêmica, pois ativistas têm levantado preocupações sobre questões de privacidade. A razão é que a segurança de fronteira usa várias tecnologias, incluindo sistemas de câmeras e sistemas de detecção de intrusão de perímetro, para detectar e identificar automaticamente os atravessadores ilegais de fronteira.

Novas tecnologias para conter o movimento ilegal

seguranca de fronteira

A pesquisa estima que as tecnologias de perímetro de fronteira, compreendendo sistemas de câmeras e sistemas de detecção de intrusão de perímetro, representarão 36% da receita do mercado globalmente até 2027, acima dos 26% em 2022. O crescimento se explica pela busca cada vez maior por tecnologias de perímetro automatizadas que protegem as fronteiras do  crescente movimento ilegal de pessoas.

“A crescente agitação política e os conflitos aumentaram o movimento ilegal. Consequentemente, os fornecedores devem destacar a capacidade de suas soluções de detectar e rastrear automaticamente as pessoas que tentam cruzar fronteiras ao comercializar seus produtos”, argumenta Jordan Rookes, que é autor da pesquisa. 

Torres de vigilância com IA para segurança de fronteira

O levantamento também prevê que a adoção de torres de vigilância integradas à IA será fundamental para impulsionar o crescimento, com o valor total dos sistemas de câmeras globalmente estimado em US$ 22,8 bilhões até 2027; de US$ 10,1 bilhões em 2022. As torres de vigilância são capazes de criar uma fronteira virtual, detectando, identificando e rastreando ameaças a grandes distâncias.

As torres de vigilância integradas à IA estão no centro da crescente preocupação de grupos de campanha em relação ao seu potencial para analisar o comportamento da população em geral, possivelmente infringindo os direitos humanos das pessoas. Essas preocupações podem retardar a adoção, a menos que sejam abordadas. Os fornecedores devem garantir que os regulamentos de privacidade sejam cumpridos e a população seja informada sobre as medidas de proteção de dados em vigor para proteger a privacidade das pessoas.


E-book gratuito: saiba como implementar uma cultura de cibersegurança na sua empresa

Saiba mais


Matérias relacionadas

ia na cadeia de suprimentos Estratégia

Executivo aponta ganhos com IA na cadeia de suprimentos

Para CEO da Stefanini Brasil, tecnologia pode prever e antecipar falhas em supply chain

fintechs febraban tech 2024 Estratégia

Parceria entre fintechs e bancos fortalece setor financeiro 

Evento que acontece entre 25 e 27 de junho, em São Paulo, traz uma trilha temática sobre as oportunidades conjuntas entre esses dois tipos de empresas

ciberseguranca Estratégia

Novo arsenal de golpes desafia cibersegurança

Criminosos lançam mão de tecnologias como deepfake e LLMs para atacar em várias frentes

deepfakes nas eleicoes Estratégia

Legislação pode ser aliada no combate às deepfakes 

Especialistas da área jurídica indicam necessidade de regulação do uso da tecnologia