problemas de ti

Pesquisa revela: metade dos funcionários perdem tempo por problemas de TI

2 minutos de leitura

O estudo realizado em parceria com a HFS Research revelou que metade dos funcionários perdem tempo por problemas de TI.



Por Roberto Francellino em 30/03/2023

A nova onda de home office, acentuada em 2019 e 2020 com a pandemia de Covid-19, fez com que colaboradores ao redor do mundo tivessem que resolver problemas relacionados com tecnologia. Não por menos, a Unisys  fez um estudo intitulado: “da sobrevivência à prosperidade no trabalho híbrido“. O estudo, realizado em parceria com a HFS Research, revelou que metade dos funcionários perdem tempo por problemas de TI.

Um saldo considerado positivo, sobre este mesmo estudo, é o apontamento de uma espécie de roteiro para os colaboradores “darem um up” na produtividade e no engajamento entre eles.

Acesso à tecnologia ainda é causador de problemas de TI

Sim, o acesso à tecnologia de ponta ainda é considerado fator crítico quando o assunto é o trabalho remoto. 

O estudo revelou que 62% dos entrevistados indicam o acesso à tecnologia como um fator decisivo no desempenho do trabalho. De acordo com o portal TI Inside, que também analisou a pesquisa, a  abordagem das empresas para implantar e fornecer o devido suporte criou desafios para a grande maioria dos funcionários.

Cerca de 49% dos entrevistados comprometem de cinco a seis horas semanais lidando com problemas de TI. Contudo, muitas empresas ainda ignoram essa fonte de perda de produtividade.

A pesquisa também aponta que cerca de 92% dos colaboradores demonstram interesse em ajudar a melhorar a experiência de TI, mesmo que para isso seja necessário o compartilhamento de dados para o devido suporte. 

Trabalho remoto ou híbrido e os novos tempos 

Para muitas empresas, o trabalho híbrido ou remoto tornou-se padrão. No entanto, problemas de TI ainda causam entraves em alguns aspectos, afinal, não é simplesmente ligar um computador e começar a trabalhar. É preciso toda uma estrutura de tecnologia e suporte para evitar problemas com TI. 

Isso impactou também na forma de contratação e de retenção do colaborador nas empresas. Em muitos destes casos, a integração, que era feita pessoalmente, agora é on-line. Assim como muitos outros movimentos de RH, como por exemplo, a identificação de potenciais líderes, o acompanhamento de produtividade, entre outros.

Confira alguns dados revelados pela pesquisa:

  • 70% das empresas indicam que o trabalho de forma híbrida será o principal modelo de força de trabalho.
  • 67% dos funcionários híbridos citam a localização como fator primordial para equilibrar as rotinas de trabalho e vida pessoal, e consequentemente consideram um dos principais fatores que influenciam no desempenho.
  • 70% dos colaboradores afirmam que o poder de decisão é fator crítico para motivação.
  • 57% das equipes de gestão citam esse fator como importante.

Para Joel Raper, vice-presidente senior e gerente geral de Digital Workplace Solutions da Unisys, a convergência da tecnologia no local de trabalho é essencial. “Este relatório reforça o que estamos vendo de nossos clientes ,à medida que as organizações se adaptam a uma mentalidade híbrida e embarcam nos tipos de iniciativas de gestão de mudança organizacional que impulsionam a satisfação e a produtividade dos funcionários a longo prazo”.


E-book gratuito: saiba como implementar uma cultura de cibersegurança na sua empresa

Saiba mais


Matérias relacionadas

computacao em nuvem Estratégia

Computação em nuvem pode gerar economia de US$ 3 trilhões até 2030

Relatório da consultoria McKinsey aponta melhorias que a tecnologia vai agregar

golpes digitais cresceram Estratégia

Golpes digitais cresceram 35% em 2023

Os golpes bancários ainda lideram a lista por segmentos, no Brasil

ia em bancos Estratégia

Uso de IA em bancos traz hiperpersonalização de atendimento

Instituições financeiras apostam na tecnologia para replicar conceito de private banking no varejo

tentativas de fraude Estratégia

Vendas de fim de ano registram cerca de R$ 83,8 milhões em tentativas de fraude

Contudo, estudo realizado pela ClearSale revelou queda de 15,7% no valor das tentativas, em relação a 2022