ia na nuvem

Saiba como IA e cloud são uma receita de sucesso corporativo

3 minutos de leitura

As tecnologias de IA e computação na nuvem formam uma aliança poderosa no armazenamento e tratamento dos dados das organizações



Por Redação em 04/01/2024

Embora os conceitos de computação na nuvem (cloud computing) e Inteligência Artificial (IA) pareçam distintos, eles estão intrinsecamente ligados, formando uma aliança poderosa. A computação em nuvem revolucionou a forma como empresas armazenam, acessam e processam dados. Essa tendência gerou e vai continuar gerando um volume enorme de informação e a IA é a ferramenta ideal para lidar com isso. Ela é um recurso de apoio no aumento da escalabilidade, economia e flexibilidade da computação na nuvem. Entenda melhor a interação entre os dois conceitos a partir do ranking da Forbes, organizado em parceria com a Bessemer Ventures Partner. 

A lista classifica as 100 maiores empresas da área de computação na nuvem e mostra uma presença interessante de players que atuam com IA, a começar pela primeira do ranking, a OpenAI. A interligação entre as duas tecnologias fica clara com o fato de que nada menos que 55 integrantes do ranking anunciaram um produto ou recurso de IA Generativa nos últimos oito meses e 70 deles estão usando IA ou aprendizado de máquina (ML) em seus produtos, atualmente. 

E mais: das 70 empresas que usam IA ou ML, 65 incorporaram IA, o que significa que adicionaram ferramentas e recursos para aprimorar seus aplicativos principais. Por outro lado, cinco são nativas de IA, projetadas desde o início para incorporar IA Generativa como um componente central de sua arquitetura de produto.

Confira os destaques do ranking navegando pelos links abaixo.

1. Top 100 em cloud

Segundo a Forbes, a OpenAI está no topo da lista e muitas das organizações que estrearam em 2023 se beneficiaram do boom da inteligência artificial e estão se estabelecendo rapidamente como fornecedores líderes. Ao que tudo indica, a IA parece preparada para refazer o setor.

2. Valor das empresas

O Cloud 100 de 2023 mostra que as empresas listadas valem um total de US$ 654 bilhões, contra os US$ 738 bilhões em 2022, representando uma redução de 11% ano após ano. No entanto, as 10 principais empresas Cloud 100 ainda representam um surpreendente valor patrimonial de US$ 211 bilhões (32% do valor da lista) e a média das empresas Cloud 100 vale US$ 6,6 bilhões.

3. Adoção da IA

ia na nuvem

Parte da razão para a rápida proliferação da IA ​​é a sua facilidade de adoção, segundo a Forbes. Para que as empresas migrem para a nuvem, em primeiro lugar, é necessária uma “refatoração completa de seus produtos”. A IA, por outro lado, pode ser incorporada mais facilmente em produtos e fluxos de trabalho existentes. 

4. IA para capturar valor

Algumas empresas estão adquirindo recursos por meio de fusões e aquisições, e outras estão criando aplicativos nativos de IA desde o início, como a OpenAI, Anthropic, Midjourney, Hugging Face e DeepL. A OpenAI não apenas entrou na lista pela primeira vez, mas também substituiu o Stripe ao conquistar o primeiro lugar. A Databricks, outra empresa que faz grandes investimentos em IA, também passou para o segundo lugar.

5. Previsão de crescimento

A lista da Forbes mostrou ainda que 2023 se tornou o ano da eficiência na nuvem. Quase 25% delas já têm fluxo de caixa positivo hoje, e quase dois terços terão fluxo de caixa equilibrado ou lucrativo até o final de 2024. Mais do que isso: 94% serão lucrativas até o final de 2025. Equilibrar crescimento e lucratividade não apenas vem tendo um impacto tangível no desempenho dos negócios, mas também nas avaliações, mais realistas.

6. IA Generativa

ia na nuvem

Com a proliferação da IA Generativa, as empresas que ainda não estavam prestando a devida atenção à tecnologia correram para entender os impactos nos negócios. Quem já está trabalhando com a IA, acelerou o passo para avaliar como a IA Generativa pode afetar ainda mais suas aplicações, na avaliação da Forbes. E a mudança de chave foi rápida, a partir de novembro de 2022. 

7. API e IA

Para alguns especialistas não existirá IA sem interfaces de programação de aplicações (API). Ou seja, as empresas precisam investir em infraestrutura, camadas de dados e microsserviços para garantir que estão prontas para integrar a IA em seus negócios. Para abraçar o uso da IA é necessário, entre outras coisas, construir novas verticais e frameworks para incentivar a inovação com IA. 


E-book gratuito: saiba como implementar uma cultura de cibersegurança na sua empresa

Saiba mais


Matérias relacionadas

computacao em nuvem Estratégia

Computação em nuvem pode gerar economia de US$ 3 trilhões até 2030

Relatório da consultoria McKinsey aponta melhorias que a tecnologia vai agregar

golpes digitais cresceram Estratégia

Golpes digitais cresceram 35% em 2023

Os golpes bancários ainda lideram a lista por segmentos, no Brasil

ia em bancos Estratégia

Uso de IA em bancos traz hiperpersonalização de atendimento

Instituições financeiras apostam na tecnologia para replicar conceito de private banking no varejo

tentativas de fraude Estratégia

Vendas de fim de ano registram cerca de R$ 83,8 milhões em tentativas de fraude

Contudo, estudo realizado pela ClearSale revelou queda de 15,7% no valor das tentativas, em relação a 2022