Conversas que convertem: chat-commerce melhora experiência do consumidor

2 minutos de leitura

Atendimento personalizado e em tempo real traz a experiência de compra da loja física para o ambiente virtual, com taxa de conversão de até 40%



Por Redação em 13/04/2022

De acordo com um estudo divulgado pela OmniChat durante o evento online Chat-Commerce, as vendas via chat têm convertido mais clientes que em outros canais de e-commerce (cuja taxa de conversão fica entre 1% e 2%). O levantamento mostrou que o chat-commerce pode chegar a uma taxa de até 40%, dependendo do segmento de mercado, sendo que sua média é de 9%.

Durante a apresentação, o CEO da Omnichat Maurício Trezub, comentou que as vendas em canais online cresceram e se consolidaram durante a pandemia, e agora, mesmo com o retorno das atividades presenciais, muitos consumidores permanecem preferindo comprar sem sair de casa. Segundo ele, a personalização do chat-commerce faz toda a diferença para melhorar a experiência de compra e, por isso, resulta em melhores taxas de conversão. 

10 milhões de brasileiros usaram chat-commerce em 2021

O levantamento mostrou que 10 milhões de consumidores foram atendidos em 2021, totalizando cerca de 18 milhões de atendimentos via plataforma OmniChat. Cerca de 8,5% dos brasileiros que usam WhatsApp conversaram com alguma marca atendida pela plataforma. A maior parte das compras foi feita por consumidores da região Sudeste, mas o estudo mostrou também um crescimento na região Sul e queda na Nordeste.

Além disso, houve crescimento de compras por clientes maduros. Enquanto em 2020 a faixa etária com o maior ticket médio ficou entre 30 e 39 anos, em 2021 o resultado foi mais expressivo entre 50 e 59 anos, com um aumento de 61,5%. Houve crescimento do consumo nas faixas etárias de 60 a 69 anos (76,1%) e também acima de 70 anos (100,3%).

Um ponto interessante detectado pela Omnichat foi o aumento dos atendimentos por WhatsApp nas segundas-feiras, o que pode ser explicado pelas conversas iniciadas nos finais de semana, que não foram respondidas pelos varejistas. Isso, segundo Trezub, reforça a importância de as marcas criarem novas estratégias de atendimento aos clientes.



Matérias relacionadas

tic esg Estratégia

Setor TIC está comprometido com agenda ESG, aponta Brasscom

Relatório da Associação das Empresas de TIC e de Tecnologias Digitais (Brasscom) mostra que o setor está comprometido com boas práticas ambientais, sociais e de governança

guerra cibernetica Estratégia

Todos são alvos em uma guerra cibernética

A guerra entre Rússia e Ucrânia mostra que mesmo aqueles distantes dos conflitos físicos podem ser afetados

reconhecimento facial e biometria Estratégia

Reconhecimento facial e biometria vão movimentar US$ 1,2 trilhão em 2027

Segundo Juniper Research, a autenticação de pagamentos por biometria e reconhecimento facial crescerá 365% em cinco anos

Estratégia

IoT e 5G no radar das empresas no Brasil

O levantamento IoT Snapshot mostrou que 42% das empresas do Brasil querem desenvolver soluções de internet das coisas (IoT) nos próximos 18 meses