Febraban Tech 2024 Febraban Tech 2024
ciberseguranca bancos Imagem gerada por Inteligência Artificial

Cibersegurança continua forte na agenda dos bancos

2 minutos de leitura

Segurança cibernética dos bancos e outras instituições financeiras será assunto de uma das trilhas estratégicas do Febraban Tech 2024



Por Redação em 14/06/2024

As estatísticas sobre cibersegurança no setor financeiro impressionam: os bancos investem anualmente R$ 3,5 bilhões no combate às ações criminosas, o que representa 10% do orçamento de tecnologia das instituições. Os dados são da Febraban, a entidade que congrega o setor, também responsável pela organização do Febraban Tech, evento referência na área, que acontece de 25 a 27 de junho. 

A segurança cibernética também está no radar do encontro, principalmente pautada pelo aumento de ameaças no país: em 2023, as tentativas de golpes financeiros cresceram 32%, segundo a consultoria especializada Kaspersky. 

Esses números levam a uma previsão de aumento dos investimentos em cibersegurança para o patamar de R$ 4,5 bilhões ao ano. Não é à toa que o evento terá uma trilha própria, focada em cibersegurança. 

Cibersegurança dos bancos no Febraban Tech 2024

Para quem quer ter uma visão geral do assunto, a recomendação é não perder o painel Antecipando ameaças: bancos sempre um passo à frente na segurança, que acontece dia 26. Os cinco especialistas convidados devem mostrar um cenário de ferramentas que vai muito além de recursos como firewalls avançados. 

A estratégia atual envolve abordagens proativas, como os múltiplos fatores de autenticação e a detecção de qualquer ameaça em tempo real.  Um dos destaques da mesa é a apresentação do trabalho do Laboratório de Segurança Cibernética da Febraban, que une as equipes dos bancos para prevenção, identificação e combate ao crime cibernético.

fraudes e golpes

O estrago causado pelas fraudes e golpes também estará mapeado no painel Combatendo o aumento da fraude global, no dia 26. Os especialistas convidados devem aprofundar os principais esforços do setor para combater esse tipo de crime, destacando algumas das soluções avançadas e da segurança baseada em IA que estão ajudando a proteger melhor os consumidores e as empresas. A meta é reduzir o rombo global de cerca de US$ 1 trilhão aos consumidores.

As fraudes e ataques cibernéticos vão ser esmiuçados ainda em outro painel no mesmo dia. Intitulado Tendências e soluções contra fraudes e ataques cibernéticos, o encontro vai detalhar como as tecnologias como IA e machine learning estão fortalecendo as defesas cibernéticas. Outro ponto abordado no debate é como os líderes do setor devem estar atualizados, mas práticas de segurança eficazes para proteger ativos e a confiança dos clientes.Os novos recursos fazem parte ainda do painel Impactos da IA na cibersegurança do setor financeiro, que vai mostrar o cenário de ameaças cibernéticas no primeiro semestre de 2024, além de apresentar formas de cobrir os pontos de vulnerabilidade e como usar a IA generativa a favor da segurança dos negócios, gerando insights para que as empresas possam se proteger mais rápido dos ataques. Outra apresentação nessa linha é a Ataques com IA: Chatbots mentirosos, deep fakes e muito mais, liderada por especialistas da IBM, que vão contar do outro lado: como os hackers usam a IA para golpes e fraudes.


E-book gratuito: saiba como implementar uma cultura de cibersegurança na sua empresa

Saiba mais


Matérias relacionadas

fraudes bancarias Estratégia

Tentativas de fraudes bancárias evitadas chegam a R$ 766 milhões no Brasil

Aumento do ticket médio é o que mais assusta em levantamento da ClearSale

hiperpersonalizacao fidelidade Estratégia

A hiperpersonalização é o próximo nível no mercado de fidelidade

Para Fernanda Barchese, da Livelo, a hiperpersonalização permitirá o acompanhamento da jornada do cliente e as escolhas das melhores recompensas

instituicoes Estratégia

Inteligência artificial eleva o poder das instituições  

Para Tania Cosentino, da Microsoft, em pouco tempo não viveremos mais sem a inteligência artificial

Estratégia

Especialista defende ‘Cloud First’ diante da digitalização dos negócios

Segundo episódio da terceira temporada da websérie da Embratel, com Silvio Meira, debate o papel da migração das empresas para a nuvem