Conheça as tecnologias por trás da Inteligência Artificial

Conheça as tecnologias por trás da Inteligência Artificial

3 minutos de leitura

Machine Learning, Deep Learning e Processamento de Linguagem Natural são algumas tecnologias que ajudam a desenvolver soluções em IA.



Por Redação em 10/07/2019

Principais destaques:
– Inteligência Artificial é um termo que reúne tecnologias como Machine Learning, Deep Learning, entre outras;
– A IA é classificada em duas categorias: Artificial Narrow Intelligence e Artificial General Intelligence;
– Lista da InformationWeek mostra quais são as tecnologias que compõem a Inteligência Artificial.

Empresas têm olhado para a Inteligência Artificial (IA) como investimento em transformação digital, mas às vezes o conceito deste termo se perde em meio a outros nomes como Machine Learning, Deep Learning, Processamento de Linguagem Natural, entre outros. Mas o que seria Inteligência Artificial?

Como explica este artigo da InformationWeek, a Inteligência Artificial é um termo que integra diversas tecnologias que ajudam no desenvolvimento de robôs inteligentes, assistentes virtuais e plataformas de análise.

Mas antes de contextualizar como essas tecnologias ajudam no desenvolvimento de uma solução baseada em IA, é preciso entender que a Inteligência Artificial é dividida em duas categorias:

  • Artificial Narrow Intelligence (ANI, sigla em inglês): conhecida como Weak AI (Inteligência Artificial Fraca), é a inteligência responsável pelos assistentes virtuais dos smartphones, carros autônomos, programas que transcrevem texto em áudio e áudio em texto, etc.
  • Artificial General Intelligence (AGI, sigla em inglês): chamada de Strong AI (Inteligência Artificial Forte), é a inteligência que, na teoria, seria capaz de realizar qualquer tarefa que um ser humano pode executar.

As tecnologias que compõem a Inteligência Artificial

A Inteligência Artificial tem se tornado cada vez mais popular entre as organizações e a InformationWeek separou algumas tecnologias mais comuns que a compõem e as ferramentas que facilitam o funcionamento dela. Confira quais são abaixo:

Conheça as tecnologias por trás da Inteligência Artificial
  • Machine Learning
    Machine Learning, ou Aprendizado de Máquina, tem sido o primeiro passo para muitas organizações que investem em IA. A tecnologia automatiza o processo analítico ao criar algoritmos e usar dados para “treiná-los”. Por exemplo, você pode abastecer um algoritmo com dados para ele reconhecer fotos de gatos. Para isso, a máquina que irá fazer essa identificação precisa ser treinada com imagens do animal.
Conheça as tecnologias por trás da Inteligência Artificial
  • Deep Learning
    O Deep Learning, ou Aprendizagem Profunda, utiliza o Machine Learning para construir e formar redes neurais. Essas redes neurais farão simulações “semelhantes” a ações do cérebro humano e vão treinar a máquina para classificar uma imagem, reconhecer fala, detectar objetos, descrever conteúdos e até mesmo fazer previsões. Geralmente esta tecnologia precisa ser abastecida com muitos dados e depende de muito poder computacional. O Google Assistente e a Siri utilizam o Deep Learning para reconhecimento de fala, por exemplo.
Conheça as tecnologias por trás da Inteligência Artificial
  • Processamento de Linguagem Natural
    O Processamento de Linguagem Natural (PLN) vai ajudar os computadores a “entender” um texto. A tecnologia é essencial para interpretar dados não estruturados, como e-mails, mensagens de texto, registro eletrônico de saúde, publicações em redes sociais, entre outros. Ou seja, essas máquinas serão capazes de saber o significado do texto, qual o contexto dele, criar resumos, interpretar sentidos, analisar sentimentos, aprender novos conceitos, entre outras características. O Google utiliza PLN para analisar textos e entender qual o sentimento dos usuários em posts na internet.
Conheça as tecnologias por trás da Inteligência Artificial
  • Visão Computacional
    A Visão Computacional é uma tecnologia de reconhecimento de imagens e de análise de um grande conjunto de dados. Um dos campos de trabalho da visão computacional é o reconhecimento facial, em que é possível identificar pessoas por meio do mapeamento de rostos e imagens delas incluídas previamente em um banco de dados. No setor da saúde, sistemas com visão computacional podem detectar anomalias ao examinar imagens de ressonâncias, tomografias e raios-x.
Conheça as tecnologias por trás da Inteligência Artificial
  • TensorFlow e Keras
    O TensorFlow é uma plataforma de código aberto para Machine Learning e é aplicada a uma ampla variedade de tarefas. Ela é utilizada para criar e implantar, com maior agilidade, aplicativos baseados em aprendizado de máquina com suporte a APIs como o Keras. O Keras é um framework de Deep Learning de código aberto, escrito em Python, e que pode ser executado em conjunto com o TensorFlow e outras bibliotecas de código aberto para aprendizado de máquina.
Conheça as tecnologias por trás da Inteligência Artificial
  • Jupyter Notebook
    O Projeto Jupyter é uma organização sem fins lucrativos. Uma das tecnologias desenvolvidas pelo projeto é o Jupyter Notebook, uma aplicação WEB de código aberto que suporta as três principais linguagens de programação – Julia, Python e R. Nesta aplicação, cientistas de dados e desenvolvedores de Machine Learning podem criar e compartilhar documentos com códigos ativos, equações, visualizações e texto. A tecnologia é usada para visualização de dados, aprendizado de máquina, modelagem estatística, entre outros.


Matérias relacionadas

cidades inteligentes Inovação

Tecnologia habilita cidades inteligentes

A tecnologia permite que os municípios entendam as demandas dos cidadãos, invistam em segurança pública, melhorem o trânsito, entre outros quesitos das cidades inteligentes

usina de Ouro Branco Inovação

Parceria com Embratel habilita indústria 4.0 na Gerdau

Com tecnologia da Embratel, a Gerdau vai implantar uma rede privativa dedicada 5G e LTE 4G em uma de suas fábricas, viabilizando os conceitos da indústria 4.0

Inovação

Desenvolvimento de IA dá lugar a BPO em planejamento de CFOs, aponta Gartner

Departamentos financeiros vão investir em outsourcing para implementar inteligência artificial em seus negócios em busca de mais sucesso nos projetos

Inovação

Metaverso exigirá mais cuidado com proteção de dados

O uso de um óculos de realidade aumentada por cerca de 20 minutos pode levar à captação de 20 milhões de dados de reações, biometria e comportamento