mercado de inteligencia artificial

Inteligência artificial pode formar mercado trilionário, segundo a Bloomberg

2 minutos de leitura

Estudo estima crescimento anual de 42% nos negócios envolvendo GenAI até 2032, com destaque para infraestrutura de tecnologia e hardwares no geral



Por Redação em 15/06/2023

A área de Inteligência Artificial Generativa (GenAI) atingirá a marca de US$ 1,3 trilhão até 2032, segundo a  Bloomberg Intelligence (BI). Ferramentas como ChatGPT, da OpenAI, e Bard, do Google, são tendências no momento e aproximam o público da inteligência artificial. Há, no entanto, uma gama de caminhos para explorar e um potencial significativo de crescimento.

Estima-se que o setor, que gerou um lucro de aproximadamente US$ 40 bilhões em 2022, cresça a uma taxa anual de 42% nos próximos nove anos. Grande parte do desenvolvimento deve se dar em hardware, com um total esperado de US$ 641 bilhões. Deste valor, US$ 473 bilhões devem ir para infraestrutura, US$ 168 bilhões para dispositivos diversos e U$ 108 bilhões a servidores e armazenamentos.

Mão de obra no mercado de inteligência artificial

mercado de inteligencia artificial

À medida que a IA Generativa se desenvolve, o receio de que ela substitua a mão de obra, também aumenta. Isso porque a tecnologia tem a capacidade de aprender a partir de uma base de dados e combina agilidade, qualidade e eficiência nas respostas de maneira original para cada interação. Todavia, especialistas apostam que o uso da GenAI auxilia na automação de processos, como, por exemplo, no contato com o cliente final ou na codificação de softwares. Com isso, os profissionais podem destinar mais tempo para atividades criativas. Em outras palavras, a inteligência artificial passa a operar de maneira conjunta ao ser humano, para atingir um resultado mais eficiente.

Palestrante no Painel “Generative AI: Where to go after the hype” do Web Summit Rio e Diretor de Tecnologia do Grupo Boticário, Daniel Knopfholz, acredita que o emprego inevitável das novas tecnologias deve ocorrer de maneira responsável e não enxerga as mudanças como uma substituição do trabalho humano. “Não é uma substituição, mas, sim, uma forma de reorganizar um processo mais rico, que é o contato humano”, explica Daniel. 

Diante de tal configuração, a adaptação às novas tecnologias demanda educação por parte da sociedade e a qualificação de profissionais que estarão diretamente envolvidos com a inteligência artificial, principalmente, aqueles que atuam em regiões de alta tecnologia.



Matérias relacionadas

ai academy Inovação

Web Summit Rio terá academia de IA

Palestras com especialistas vão discutir os vários usos da inteligência artificial

ageu dantas Inovação

Claro apresenta sua plataforma de Open Gateway em Barcelona

Empresa demonstrou uso comercial do SIM SWAP e Number Verification com vários parceiros durante o evento deste ano

big data analytics Inovação

Big Data Analytics opera como apoio estratégico à empresas

Tecnologia é capaz de fornecer, com a análise de dados, insights valiosos para o sucesso de um negócio

awsome women community summit Inovação

AWSome Women Community Summit: saiba tudo sobre o evento que reuniu lideranças femininas

A primeira edição no Brasil aconteceu em Belo Horizonte (MG) e reuniu mulheres de diversas regiões, focando no empoderamento feminino