metaverso apple

Metaverso não deve atrair pessoas comuns, diz CEO da Apple

2 minutos de leitura

Tim Cook acredita que nem todos os usuários da internet devem usar universos digitais



Por Redação em 29/11/2022

A adoção de metaversos ainda é uma realidade distante para a maioria dos usuários na internet. O conceito de universo digital se popularizou no final de 2021, com o Facebook apostando alto na criação de um metaverso que deverá integrar as principais plataformas digitais do grupo liderado por Mark Zuckerberg.

Mas, para Tim Cook, CEO da Apple, os metaversos não devem atrair a atenção de todos. Em entrevista divulgada pela Forbes, ele afirmou que a tecnologia pode não fazer sucesso entre pessoas comuns.

Cook e Zuckerberg possuem opiniões distintas em relação à adoção do metaverso. Para o criador do Facebook, a tecnologia pode atrair milhões de pessoas, com o uso de dispositivos de imersão digital.

Mas a aposta de Zuckerberg é tão grande no metaverso que ele mudou o nome do Facebook para Meta e trabalha desenvolvendo um universo digital que integrará a rede social. Por outro lado, a Apple ainda não está atuando diretamente na construção de um metaverso.

Metaverso para poucos

metaverso apple
Tim Cook

Para o CEO da Apple, o uso de universos digitais não é considerado uma boa forma de se comunicar com o usuário e isso explica a sua pouca crença na popularização do metaverso. Sendo assim, Cook defende que nem todas as pessoas usarão o metaverso, contrariando as apostas do Facebook. Ele fala que dificilmente uma pessoa comum saberia explicar o conceito de universo digital.

“Eu sempre acho importante que as pessoas entendam o que é algo. E eu realmente não tenho certeza se a pessoa comum pode dizer o que é o metaverso.”

Por mais que Tim Cook acredite na adoção parcial do metaverso, a Apple está desenvolvendo equipamentos voltados para o uso em universos digitais. Tudo indica que em 2023 a empresa deve apresentar um fone de ouvido ao mercado, que utiliza mecanismos de realidade aumentada (AR) e realidade virtual (VR).

O Facebook também está desenvolvendo equipamentos para o metaverso. A empresa espera anunciar em 2024 um óculos de realidade aumentada, que já está sendo testado por desenvolvedores.

A adoção de universos digitais no Brasil ainda é tímida. No país, 6% dos internautas, cerca de 5 milhões, já utilizam o metaverso, segundo a Kantar Ibope Media. No entanto, é importante atentar que a iniciativa exigirá mais cuidado com a proteção de dados.



Matérias relacionadas

porto maravalley Inovação

Rio de Janeiro cria hub tecnológico Porto Maravalley

Presença de startups e curso superior do IMPA, dentre outras inovações, trarão novas oportunidades à zona portuária do Rio de Janeiro

ia generativa Inovação

IA generativa está entre as tendências de 2024

Na lista de tecnologias que devem se destacar em 2024, a IA generativa se destaca. Porém, para especialistas, ainda há desafios a superar

ia generativa idc Inovação

Gastos com IA generativa chegarão a US$ 143 bilhões em 2027

Avaliação da consultoria IDC mostra crescimento acima das taxas de TI

Odelio Horta Inovação

Futuro da IA é a promoção do bem-estar humano, defende Odélio Horta Filho

Executivo explica a importância da governança de dados, com base nas tecnologias habilitadoras, como a nuvem, para que órgãos públicos extraiam o melhor da IA em prol da sociedade