oleo e gas transformacao digital

Empresas de óleo e gás avançam com IA, big data, IIoT e outras tecnologias

2 minutos de leitura

Avaliação é da especialista Fernanda Martins, da empresa de software Aveva



Por Redação em 28/07/2023

A transformação digital está melhorando a operação do setor de óleo e gás, segundo Fernanda Martins, especialista da empresa de software industrial Aveva. A lista citada por ela é grande e envolve um rol de novas tecnologias aplicadas na prática, como uso da nuvem e de inteligência artificial (IA), além de outras frentes como big data, gêmeos digitais e Internet das Coisas Industrial (IIoT).

A especialista cita o relatório Industrial Transformation in 2021: Getting Real, da LNS Research, que aponta que metade das empresas industriais relata que embarcou em uma jornada de transformação digital e que esses programas estão gerando benefícios muito reais.

Dados da LNS mostram ainda que os líderes em transformação digital têm 72% mais chances de aumentarem as receitas em mais de 10%, e 57% mais chances de reduzirem o custo dos produtos vendidos (CPV) em mais de 10%.

“Construídas com base em princípios de design de software industrial abertos e agnósticos, essas organizações estão usando as tecnologias para superar os principais desafios e, ao mesmo tempo, melhorar a sustentabilidade e a lucratividade de seus negócios”, defende Fernanda.

Transformação digital promove maior eficiência

oleo e gas transformacao digital

Com esse leque de recursos, ela explica que as empresas do setor têm melhorado a colaboração e a eficiência de seus profissionais. Um exemplo é o trabalho remoto, que hoje pode ser feito de diferentes locais, mas com maior eficiência, inclusive pela atualização de projetos em tempo real, com ferramentas como o BIM, entre outros. Já a IA pode atuar como co-piloto, reduzindo as tarefas repetitivas e levando o colaborador a se focar em atividades estratégicas.

Os dados compartilhados, alinhados com análises avançadas, também podem melhorar a transferência de conhecimento institucional e têm o poder de capacitar a força de trabalho, segundo Fernanda. Com a memória de projetos armazenados e uso da IA, os novos colaboradores podem, inclusive, recuperar a experiência de outros profissionais já aposentados, mas cujo trabalho está digitalmente guardado.

Outra área sensível – a sustentabilidade – igualmente pode se beneficiar da digitalização. Recursos atuais permitem que as empresas da área possam atender melhor os requerimentos regulatórios, além de serem úteis na elaboração de relatórios ambientais, por exemplo.


E-book gratuito: saiba como implementar uma cultura de cibersegurança na sua empresa

Saiba mais


Matérias relacionadas

carlos eduardo gabriel Estratégia

Citi avança no uso de inteligência artificial

Com Centro de Excelência em Inteligência Artificial (CoE), o banco conduz estratégia para aprimorar práticas e adoção da tecnologia, explica especialista de dados da instituição

relatorios esg Estratégia

Relatórios ESG obrigatórios ganham protagonismo

Empresas de capital aberto vão precisar se adaptar à regulação, que começa em 2026

regulamentação ia Estratégia

UE aprova regulamentação do uso da IA

A União Europeia é pioneira com o projeto de lei original, apresentado pela primeira vez em abril de 2021

ciberataques na nuvem Estratégia

Ciberataques na nuvem se tornam mais frequentes e perigosos

Relatório da CrowdStrike revela que esse tipo de ataque cresceu em 75% dos casos em 2023