plataformas digitais

Plataformas digitais para venda de bilhetes crescem no setor de transportes

2 minutos de leitura

Meios de pagamento digitais estão em expansão; no setor de transporte, um relatório da Masabi confirma a tendência e destaca os benefícios de uma plataforma exclusiva para isso



Por Redação em 07/01/2022

O conceito de “Pagamentos de Tarifas como Serviço” (FPaaS, do termo em inglês Fare Payments as a Service) pode reduzir custos tanto para as empresas de transporte público quanto para os passageiros. Além disso, os sistemas de pagamento sem contato simplificam a vida dos usuários, pois tornam o serviço mais ágil, e dos fornecedores, pois promovem maior segurança. 

Uma pesquisa da Mastercard no Brasil mostrou, inclusive, que 75% dos entrevistados pretendem continuar usando o pagamento por aproximação após o fim da crise pandêmica. Para 88% deles, esse método de pagamento traz mais conveniência. Ou seja, os pagamentos digitais são um caminho sem volta. 

No setor de transportes, a transição para o novo modelo de negócios é um dos serviços prestados pela Masabi, uma empresa de tecnologia sediada em Londres, que desenvolve e comercializa serviços de bilhetagem móvel para transporte público, por meio da criação de uma plataforma de serviços. Essa plataforma é custeada por todos os usuários, que têm como benefício a redução de custos e também as atualizações e integrações. 

Por meio de interfaces APIs, a plataforma pode conectar vários serviços de mobilidade, pagamentos e vendas de tickets e ingressos. Segundo a Masabi, quando as prestadoras de serviços de transporte passam a fazer o que sabem (mobilidade), deixando a criação de meios de pagamento para fornecedores especializados, suas chances de melhorar o desempenho e a rentabilidade aumentam. 

Menor risco, maior escalabilidade e custos reduzidos

“Ao invés de cada empresa desenvolver seu próprio sistema, com todas as etapas necessárias e atualizações constantes, uma plataforma específica para isso é mais simples de gerenciar. Ela pode receber recursos conforme o serviço se expande, além de ter riscos reduzidos de operação”, destaca a Masabi em um relatório que mostrou que a grande maioria das empresas do setor de transportes, na América do Norte, têm interesse em modernizar o serviço de venda de bilhetes. 

Segundo o estudo, elaborado em 2019, a maneira como são operados os sistemas de emissão de cobrança de tarifas para transporte público não mudou muito nas últimas décadas, mas novas formas de vender passagens chegaram ao mercado. 

O levantamento mostrou que para 59% das empresas consultadas, a atualização de sistemas é difícil e 35% gastam entre 10% e 20% do faturamento com serviços de emissão de tickets. 



Matérias relacionadas

ciberseguranca pmes Estratégia

Falta de cibersegurança causa efeitos notórios nas PMEs, mostram pesquisas

Mais de 27% das pequenas e médias empresas (PMEs) não colocam a cibersegurança como prioridade no orçamento

migracao para cloud Estratégia

5 erros na migração para cloud

Planejamento e equipe capacitada estão entre os principais cuidados para as organizações que desejam fazer a migração para cloud

Ásia tecnologia Estratégia

Lições da Ásia para o futuro da tecnologia

Estudo aponta que haverá mais 900 milhões de usuários de internet na Ásia até 2025, o que demanda investimentos de mais US$ 151 bilhões em TI até esta data

varejo tecnologia Estratégia

Varejo usa tecnologia para entregar boa experiência de consumo 

Com participação do Boticário, 5º episódio da minissérie Empresas Líquidas mostra como os dados e a tecnologia empoderam o cliente no varejo