servicos digitais

Contratação de serviços digitais já movimentou US$ 48 bilhões em 2022

2 minutos de leitura

A estimativa é da IDC, que também registrou um aumento médio de 20% no porte dos negócios contratados



Por Redação em 28/09/2022

Um dos grandes impactos da Covid 19 nos negócios foi a necessidade de acelerar a digitalização, para viabilizar o trabalho remoto. “O esforço para se tornar uma organização digital criou oportunidades para provedores de serviços gerenciados com experiência e recursos para tanto”, afirmou Supriya Kamath, gerente sênior de Pesquisa, Serviços Globais e Tendências de Mercado na International Data Corporation (IDC), em release à imprensa.

Um relatório da IDC mostrou que no primeiro semestre deste ano, mais de 720 acordos de serviços de gerenciamento foram assinados em todo o mundo, o que movimentou cerca de US$ 48 bilhões em valor contratual. Apesar de o número total de negócios ter diminuído em comparação com o mesmo período de 2021, o tamanho médio aumentou 20%. 

A grande maioria dos negócios (94%) realizados foi na área de Outsourcing de TI, enquanto os demais 6%, Business Outsourcing. Os contratos de terceirização de TI foram focados em transformação digital, migração de nuvem e modernização de tecnologia. 

O aumento da adoção de tecnologias habilitadas para automação e Inteligência Artificial levou à queda de 40% na terceirização de processos de negócios (BPO), com diminuição de quase 50% no valor total do contrato em comparação com o primeiro semestre de 2021.

EUA lideram negócios

A maior parte dos negócios registrados (quase 58%) foi assinada nos Estados Unidos, tanto por órgãos governamentais quanto por empresas privadas – exemplos disso foram os contratos assinados entre Oracle e AT&T (avaliado em mais de US$ 700 milhões) e entre DXC e DirecTV (US$ 455 milhões).

A Europa Ocidental respondeu por 32% dos negócios. Na região Ásia/Pacífico (excluindo Japão e China) os acordos aumentaram ligeiramente em comparação com o primeiro semestre de 2021, sendo que a Austrália e a Índia impulsionaram o crescimento.

“Com a iminente desaceleração econômica esperada em vários setores e regiões, o número geral de assinaturas de acordos em 2022 pode ser afetado, embora não severamente, pois os gastos com TI, especialmente em serviços digitais, tornaram-se parte integrante do crescimento da maioria das empresas e planos de estabilidade”, acrescentou Kamath.


E-book gratuito: saiba como implementar uma cultura de cibersegurança na sua empresa

Saiba mais


Matérias relacionadas

ia na cadeia de suprimentos Estratégia

Executivo aponta ganhos com IA na cadeia de suprimentos

Para CEO da Stefanini Brasil, tecnologia pode prever e antecipar falhas em supply chain

fintechs febraban tech 2024 Estratégia

Parceria entre fintechs e bancos fortalece setor financeiro 

Evento que acontece entre 25 e 27 de junho, em São Paulo, traz uma trilha temática sobre as oportunidades conjuntas entre esses dois tipos de empresas

ciberseguranca Estratégia

Novo arsenal de golpes desafia cibersegurança

Criminosos lançam mão de tecnologias como deepfake e LLMs para atacar em várias frentes

deepfakes nas eleicoes Estratégia

Legislação pode ser aliada no combate às deepfakes 

Especialistas da área jurídica indicam necessidade de regulação do uso da tecnologia