nuvem publica 5g

5G não atrapalha crescimento de nuvem pública

2 minutos de leitura

Investimentos em armazenamento remoto de dados aumentou 36% no Brasil



Por Redação em 31/10/2022

A gradual expansão da estrutura de redes 5G não está impedindo o crescimento do uso de serviços de armazenamento remoto de dados em todo o mundo. Somente no Brasil, por exemplo, o setor receberá US$ 1,9 bilhão em investimentos em 2022, de acordo com levantamento do IDC.

A adesão ao serviço de nuvem pública, conhecido como IaaS, está aumentando mesmo sem o suporte de novas redes 5G. Segundo a Gartner, o setor cresceu 41,4% globalmente em 2021, logo após atingir US$ 90,9 bilhões em investimentos.

No ano anterior, o investimento de empresas em serviços de nuvem pública alcançou US$ 64,3 bilhões. Já no Brasil, o investimento na área aumentou 36%, entre 2021 e 2022. O IDC aponta também que, até 2027, os investimentos em IaaS no país devem crescer 30,9%.

Serviço de nuvem pública cresce

Embora a tecnologia 5G necessite de robustos investimentos em infraestrutura para consolidar sua expansão territorial, o serviço de nuvem pública está crescendo sem o uso de uma nova rede de dados. Segundo o IDC, o mercado brasileiro de internet 5G receberá US$ 25,5 bilhões em investimentos nos próximos três anos. Para 80% das empresas, o 5G trará melhoria para a conexão de internet, oferecendo baixa latência, velocidade e alta densidade de transmissão de dados.

nuvem publica 5g

A expansão da tecnologia 5G será responsável ainda por impulsionar tecnologias consideradas disruptivas e que fazem parte da indústria 4.0, como serviços de armazenamento de dados em nuvem, inteligência artificial (IA), internet das coisas (IoT), robótica, big data e realidade aumentada e virtual.

Descentralização de dados

nuvem publica 5g

A descentralização de dados na oferta de 5G poderá provocar mudanças estruturais no gerenciamento de datacenters de operadoras. A migração do serviço para a nuvem deve criar parcerias entre empresas de telefonia e de armazenamento remoto de informações.

O serviço de nuvem da Amazon, conhecido como AWS, desenvolveu uma ferramenta voltada para operadoras, o private 5G. A plataforma permite a criação de redes 5G privadas, onde o pagamento pelo serviço acontece por demanda de dados gerenciados e por taxa de transferência na rede. O serviço private 5G da AWS oferece também apoio para a manutenção de redes, servidores e softwares, além de chips telefônicos.

Dessa forma, o serviço de nuvem será primordial na expansão do uso do 5G no país. Operadoras como a Claro estão habilitadas no Brasil para fornecerem a internet 5G, que está disponível em várias cidades do país, principalmente nas capitais.



Matérias relacionadas

ia no trabalho Inovação

Profissionais usam IA no trabalho, mas de forma discreta

Microsoft e LinkedIn realizaram de forma conjunta o estudo que revela que colaboradores usam inteligência artificial, mas com receio de parecerem substituíveis

lei de ia Inovação

Lei da IA na Europa é publicada com sanções a partir de 2026

A Lei foi desenhada priorizando uma abordagem baseada nos riscos. Quanto maior o risco ou a exposição proporcionada pela IA à sociedade, mais duras são as regras

pagamento instantaneo Inovação

Pagamento instantâneo: mercado será de US$ 58 trilhões em 2028

Avaliação é da consultoria Juniper Research, que estima que as movimentações em 2024 sejam de US$ 22 milhões

febraban tech 2024 Inovação

Febraban Tech 2024 trará ética em IA no topo das discussões

Evento voltado para o setor financeiro terá programação intensa, com grandes nomes discutindo o cenário nacional e internacional