Febraban Tech 2024 Febraban Tech 2024

A hiperpersonalização é o próximo nível no mercado de fidelidade

< 1 minuto de leitura

Para Fernanda Barchese, da Livelo, a hiperpersonalização permitirá o acompanhamento da jornada do cliente e as escolhas das melhores recompensas



Por Redação em 02/07/2024

Em um momento onde os bancos e os programas de fidelidade têm um amplo cenário de dados para trabalhar com seus clientes, o modelo tradicional de fidelização, geralmente “compre 10 e ganhe 1 ou compre no cartão e ganhe pontos”, não é tão efetivo quanto trazer recompensas exclusivas para cada cliente. E é justamente nesse momento em que a hiperpersonalização do cliente entra em cena como aliada das instituições para aumentar a fidelização e, por consequência, gerar mais engajamento nos programas. 

Esse apontamento foi feito por Fernanda Barchese, gerente executiva comercial de instituições financeiras da Livelo, durante o Febraban Tech, para a série: “Próximo Nível”, produzida em parceria com o The Shift.

Para ela, os dados permitem trabalhar com assertividade e, com o apoio de tecnologias, como a inteligência artificial, torna-se possível personalizar programas para identificar comportamentos de compras e propor recompensas que façam sentido no cotidiano do cliente. “Acompanhar a jornada do cliente é o grande diferencial”, apontou a executiva.  

Veja outras entrevistas produzidas em parceria com a The Shift no Febraban Tech 2024:
Tânia Consentino, Microsoft

Amanda Andreone, Genesys

Maria Teresa Lima, Embratel

Carolina Sansão, Febraban

Marisa Reghini, Banco do Brasil

Clarissa de Souza, Banco Central


E-book gratuito: saiba como implementar uma cultura de cibersegurança na sua empresa

Saiba mais


Matérias relacionadas

loyalty techs Estratégia

Mercado de loyalty techs será de US$ 25,8 bi em 2028

Projeção é apontada por estudo da consultoria Research and Markets

fraudes bancarias Estratégia

Tentativas de fraudes bancárias evitadas chegam a R$ 766 milhões no Brasil

Aumento do ticket médio é o que mais assusta em levantamento da ClearSale

instituicoes Estratégia

Inteligência artificial eleva o poder das instituições  

Para Tania Cosentino, da Microsoft, em pouco tempo não viveremos mais sem a inteligência artificial

Estratégia

Especialista defende ‘Cloud First’ diante da digitalização dos negócios

Segundo episódio da terceira temporada da websérie da Embratel, com Silvio Meira, debate o papel da migração das empresas para a nuvem