Imagem conceito representando a computação em nuvem no mundo corporativo

A jornada do CIO para a nuvem

2 minutos de leitura

Setor financeiro é alvo do cibercrime, mas avanços nas ferramentas de controle barram ameaças sem prejuízo para os clientes. Qual foi a última vez que você foi a um banco? Se faz tempo, você está com ...



Por Redação em 04/05/2018

Na hora de adotar tecnologias em nuvem, todo Chief Information Officer (ou Superintendente de Tecnologia da Informação) encara alguns desafios. Saiba quais são os principais e como lidar com eles:

1 – Captação de equipe

Questão: antes de decidir pela migração, é preciso avaliar se a nuvem é a melhor opção. Por mais preparados que sejam os profissionais de TI, conhecer e gerenciar ambientes na nuvem demanda treinamento específico. A empresa precisa preparar sua equipe para que ela não só compreenda a nova gestão como se atualize em todas as opções oferecidas no ambiente e tire proveito das tecnologias.

Solução: a utilização de sistemas de gerenciamento, como Cloud Management
System (CMS), facilita a curva de aprendizado da nuvem. Além disso, é importante avaliar se as diferentes plataformas podem ser orquestradas por ferramentas independentes.

2 – Tipos de Nuvem:

Questão: São três opções – cloud pública, privada ou híbrida. Apesar das diversas possibilidades, muitas empresas adotam nuvem pública como uma extensão dos ambientes privados, as chamadas arquiteturas híbridas. Elas combinam o melhor dos dois mundos e são uma tendência cada vez mais presente.

Solução: É importante avaliar bem os fornecedores cuja solução deve permitir integração entre ambientes público e privado. Aspectos como latência na conectividade entre os ambientes devem ser avaliados para evitar qualquer degradação no uso das aplicações.

3 – Migração:

Questão: existe uma grande variedade de aplicações que a área de TI suporta. É preciso decidir quais delas podem ser migradas do ambiente tradicional para a nuvem. Algumas aplicações podem nascer em nuvem, mas a grande maioria necessita de adaptações e um processo de migração.

Solução: é importante contar com serviços de consultoria que podem analisar as aplicações mais beneficiadas pela migração e estabelecer a melhor estratégia para realizar a mudança.

4 – Gestão de ambiente:

Questão: Gerenciar múltiplos ambientes não é uma tarefa fácil para a área de operações de TI. É ainda pior quando cada provedor possui tecnologia proprietária ou baixa compatibilidade de integrações.

Solução: Provedores que possibilitem a gestão integrada de múltiplos ambientes são uma boa saída. Usar plataformas abertas, com capacidade de integração, também facilita a gestão dos ambientes.

5 – Governança do ambiente:

Questão: Os gastos nem sempre ficam claros na contratação do serviço. A nuvem pública, por exemplo, oferece agilidade para criar novas soluções, mas seu uso descontrolado pode provocar um aumento exponencial nos custos, geralmente por conta de recursos criados sem necessidade.

Solução: A empresa que faz a instalação e manutenção da nuvem deve oferecer um sistema de visualização e controle do uso de todos os seus recursos – e os gastos implicados.

6 – Mudança de Cultura:

Questão: A transformação digital é uma jornada e seu principal desafio é mudar a mentalidade das pessoas envolvidas no planejamento e administração do ambiente de TI.

Solução: contar com o apoio de quem tem experiência no assunto é fundamental. Não só de tecnologias e produtos é feita essa mudança, mas de pessoas capacitadas e qualificadas para tal. Busque sempre apoio de quem conhece do assunto.

Veiculado em: Exame - 26/04/2018

Gestão de dados é determinante para eliminar gargalos dos call centers

Saiba mais


Matérias relacionadas

cidades mais inteligentes do Brasil Conectividade

Quais são as cidades mais inteligentes no Brasil

Entenda como o Ranking Connected Smart Cities avalia quais são as cidades mais inteligentes do Brasil e como elas estão evoluindo

5g em sp Conectividade

Regulação do 5G em SP avança para 242 cidades

Estado de São Paulo fecha 2023 com mais cidades legalizando a quinta geração de telefonia móvel

conectividade e inclusão digital Conectividade

Conectividade e inclusão digital estão no caminho das cidades inteligentes

Em 2023, 84% dos brasileiros tiveram acesso à internet, mas 29 milhões de pessoas ainda não têm conectividade

brasil satelites Conectividade

Brasil tem potencial para ser líder em satélite na América Latina

Mercado brasileiro pode ocupar um pedaço da indústria espacial global, que deve chegar a US$ 1 trilhão em 2030