Febraban Tech 2024 Febraban Tech 2024

Nuvem habilita o acesso às tecnologias emergentes

< 1 minuto de leitura

Diuliana França, diretora de soluções Cloud da Embratel, fala sobre a nuvem como tecnologia habilitadora de tecnologias como a IA, machine learning e big data



Por Redação em 02/07/2024

Uma das formas subestimadas de encarar a nuvem é vê-la como uma mudança de tecnologia. Diuliana França, diretora de soluções Cloud da Embratel, em entrevista para a série: “Próximo Nível”, produzida em parceria com o The Shift durante o Febraban Tech 2024, desmistificou isso ao pontuar que a nuvem além de habilitadora, democratiza o acesso a tecnologias emergentes. “Ela pode ser explorada de diversas formas. Particularmente, acredito que possa se intensificar muito o uso de analytics para criar novas ofertas, serviços e experiências para os clientes, combinado com inteligência artificial e análise preditiva (contra fraudes e riscos)”, completou. 

Segundo a especialista, a nuvem pode ser explorada de forma mais ampla, com nuances. “A omnicanalidade em nuvem é outra grande possibilidade para atender um cliente de diferentes formas. Ele precisa estar no centro das soluções e serviços independente do canal de interlocução”. Ela contou que a Embratel já possui cases com um cliente do setor financeiro com o uso de inteligência artificial. “Esse projeto vai levar uma experiência ainda mais diferenciada para o cliente final”.

Sobre outras tecnologias que a nuvem pode habilitar, os conceitos de computação quântica, junto com IA, vai possibilitar a resolução de problemas complexos, que demandam processamento exponencial. Para Diuliana, a nuvem é habilitadora de inovação (também pelos custos de implementação de novos projetos), uma vez que ela democratiza a possibilidade de experimentação. “Se a gente não tivesse a nuvem, seria muito mais difícil e restrito para um grupo pequeno de empresas com grandes investimentos”, detalhou. 

Veja outras entrevistas produzidas em parceria com a The Shift no Febraban Tech 2024:

Tânia Consentino, Microsoft

Amanda Andreone, Genesys

Maria Teresa Lima, Embratel

Carolina Sansão, Febraban

Marisa Reghini, Banco do Brasil

Clarissa de Souza, Banco Central 

Fernanda Barchese, da Livelo



Matérias relacionadas

multicloud hibrida Conectividade

Empresas melhoram resultados com uso de multicloud híbrida

Explorar os diferenciais de funcionalidades e custos dos provedores implica novas abordagens de gerenciamento e tomada de decisão

satelite da embratel Conectividade

Cindactas da Força Aérea vão usar comunicação satelital da Embratel

Comando da Aeronáutica contrata serviços na Banda C, com satélite Star One C3

baixa conectividade significativa Conectividade

Brasil tem maioria da população com baixa conectividade significativa

Levantamento do Cetic.br/NIC.br apontou que os brasileiros tem deficiências no acesso, no uso e na apropriação da rede

jornada digital Conectividade

Conectividade continua crucial para jornada digital dos bancos

Especialistas do mercado financeiro mostram como a hiperconectividade habilita mercados e negócios