digitalização de serviços Sede da Sefaz SP (Foto: Reprodução/ JC Concursos

Digitalização de serviços em SP tem aporte do BID e chega a US$ 205,2 milhões

2 minutos de leitura

Projeto SP Mais Digital tem a meta de aprimorar acesso a serviços públicos digitais



Por Redação em 26/01/2024

A Secretaria da Fazenda paulista acaba de assinar um empréstimo de US$ 164,2 com o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) para aplicar no projeto SP Mais Digital, cuja meta é aprimorar os serviços públicos digitais e ampliar o acesso dos cidadãos a eles. Com esse valor e mais o aporte do próprio governo estadual, o total de investimentos no projeto soma US$ 205,2 milhões.

O contrato entre o Estado e o BID prevê a contrapartida de US$ 41 milhões, com prazo de 24,5 anos (incluindo seis anos de carência).

Segundo o site especializado IPNews, outra meta da iniciativa é melhorar a eficiência e a transparência da gestão pública, por meio da revisão de processos e uso de ferramentas tecnológicas. De forma geral, o projeto deve permitir o avanço na transformação digital do estado e gerar economia para o cidadão.

Modernização e transparência como resultado da digitalização de serviços

O desenvolvimento do projeto será executado pela Secretaria de Gestão e Governo Digital (SGGD), por meio da Subsecretaria de Serviços ao Cidadão Tecnologia e Inovação (SSCTI). Com o seu avanço, a gestão estadual deverá digitalizar e centralizar o acesso aos serviços públicos, bem como a automação de processos de trabalho e a disponibilização de novas aplicações voltadas aos servidores do Estado. O objetivo é melhorar a qualidade da administração pública e ampliar a transparência.

Outro desdobramento técnico do projeto é o desenvolvimento de soluções digitais voltadas à modernização dos sistemas de saúde, além do fortalecimento das capacidades de cibersegurança e de infraestruturas tecnológicas críticas. A melhoria da conectividade em áreas vulneráveis também está incluída no processo.

A própria SGGD do estado de São Paulo já registrou uma economia de R$ 724 milhões somente em folhas de papel que deixaram de ser impressas, com a transformação eletrônica no ano passado, de acordo com o IPNews.



Matérias relacionadas

megaedu Conectividade

MegaEdu apoia governo na conectividade de escolas públicas

Acordo de cooperação da Megaedu e Governo Federal foi assinado em agosto e já rende frutos

Escolas Conectadas Conectividade

O que é e como funciona o programa Escolas Conectadas, do Governo Federal

Garantir a conectividade para fins pedagógicos em todas as escolas públicas de educação básica do país, é um dos propósitos do Governo Federal

The Next Gen Conectividade

Evento incentiva mulheres na área de TI e empreendedorismo feminino

A segunda edição do The Next Gen premia e fomenta a inserção das mulheres na tecnologia

IA padrões de fidelidade Conectividade

Elo usa IA para identificar padrões de fidelidade

Empresa estreia repertório de análise de dados orientado ao B2B