educacao metaverso

Educação imersiva pode ser desenvolvida no metaverso

2 minutos de leitura

Durante o Expo Metaverso Brasil, Taylor Freeman mostrou como os universos digitais podem transformar a educação



Por Redação em 14/12/2022

Além de proporcionar interação digital, os metaversos podem servir para o desenvolvimento de plataformas de educação imersiva, utilizando equipamentos de realidade virtual e aumentada. De acordo com Taylor Freeman, cofundador da Axon Park, o aprendizado com o uso de universos digitais é completamente diferente, mas tão eficaz quanto o ensino presencial.

Freeman falou sobre metaverso e educação durante a Expo Metaverso, que aconteceu recentemente no Brasil. Ele mostrou como a plataforma Axon Park desenvolve conteúdos educacionais para o metaverso, afirmando que educação imersiva é uma grande oportunidade. “A ideia por trás da empresa é de que a educação imersiva é realmente aquela ‘pepita de ouro’ no espaço”, disse.

Educação no metaverso

educacao metaverso

A Axion Park é uma plataforma de educação imersiva onde os alunos aprendem usando equipamentos de realidade virtual e aumentada. Esses dispositivos permitem a imersão digital, em um ambiente criado para apresentar conteúdos educacionais.

Taylor Freeman explicou durante o Expo Metaverso Brasil que o uso de metaversos para ensinar os usuários proporciona uma realidade virtual que reproduz a experiência do ensino presencial.

Universos digitais podem ainda criar imagens e materiais digitais, trazendo mais realidade para o conteúdo abordado na plataforma de educação imersiva. Taylor Freeman usou a Axion Park durante a palestra para mostrar detalhes do planeta Marte, por exemplo.

Nas imagens, é possível ver o planeta e conferir detalhes em uma sala onde a imagem está exposta dentro do metaverso. Taylor Freeman disse ainda que está envolvido com projetos relacionados a metaversos desde 2014, e que essa tecnologia representa “novas formas de pensar para os humanos”.

“Acho que o que originalmente foi tão inspirador e que tem tanta promessa crível na capacidade dessa tecnologia de desbloquear fundamentalmente novas perspectivas e novas formas de pensar para os humanos.”

O Expo Metaverso Brasil aconteceu em São Paulo (SP) e foi desenvolvido pela Meta4Chain, empresa que faz parte do Parque Científico e Tecnológico da PUCRS (Tecnopuc), e pela Associação Brasileira de Metaverso (ABMETA). O evento reuniu especialistas em dois dias de programação, com 31 palestras e 49 convidados, que discutiram a adoção e o uso de metaversos na América Latina.



Matérias relacionadas

drex liquidez Inovação

Drex: mais liquidez com uso de ativos

Clarissa de Souza, a responsável pela arquitetura que suportará a nova moeda digital, explica a sua funcionalidade e segurança

inclusao mulheres Inovação

Inclusão das mulheres na liderança também chega ao setor financeiro

Para Marisa Reghini, características femininas como colaboração e visão holística têm muito a contribuir para a evolução do setor como um todo

tendencias digitais Inovação

Sete tendências digitais para a década, segundo Sandy Carter

Executiva da Unstoppable Domains é especialista em web 3.0 e apontou caminhos na recente SXSW

bancos preparacao quantica Inovação

Bancos, indústrias e pesquisadores trabalham na preparação quântica

Tecnologia ainda depende de respostas da ciência básica, mas empresas já buscam antecipar as oportunidades e desafios com computação e comunicação baseadas nas propriedades de partículas elementares