Febraban Tech 2024 Febraban Tech 2024
inteligencia de dados

Febraban Tech mostra importância da inteligência de dados

2 minutos de leitura

Painéis do evento deste ano trazem casos reais sobre uso combinado de várias tecnologias



Por Redação em 24/06/2024

Os dados são a base para a tomada de decisões estratégicas e para a criação de novos produtos e serviços, segundo a organização do Febraban Tech 2024. No evento deste ano, a chamada inteligência de dados terá uma atenção especial, com o uso de da Inteligência Artificial (IA) e análise preditiva, entre outras tecnologias.

Os ganhos acontecem dos dois lados: na transformação da experiência do usuário de serviços bancários e na melhor tomada de decisões estratégicas por parte das instituições financeiras. 

Nesse miniguia o Próximo Nível apresenta parte da trilha para entender e usar os dados no setor financeiro. Lembrando: é possível personalizar a jornada de aprendizagem a partir da agenda do Febraban Tech, que acontece de 25 a 27 de junho em São Paulo. 

Entendendo o cliente

inteligencia de dados

O primeiro passo da fidelização envolve o conhecimento do usuário, tema do painel Inteligência aplicada para entender e fidelizar o cliente, que reúne especialistas de dois bancos: Caixa e Santander, além da bolsa de valores B3, da NTT Data e da Volkswagen Financial. Eles devem discutir detalhes da jornada de consumo, que inclui desde o alerta de vencimento de faturas até a portabilidade de financiamento. A mesa redonda será no dia 26, às 14h45. 

Emotion AI

A agenda também inclui o entendimento de como a combinação de inteligência de dados, insights, inteligência artificial, machine learning e outras tecnologias pode criar iniciativas para reagir às emoções humanas. Ou seja, a Emotion AI entra em cena pode ser um diferencial para ajudar a obter os melhores resultados na interação com os clientes.

Parte desse processo envolve o entendimento de qual é a melhor combinação de tecnologias. Para saber mais, assista ao painel Além dos dados: a personalização com propósito, no dia 26, às 16h. 

Dados alternativos

inteligencia de dados

Os dados não tradicionais podem ser um grande aliado no combate à fraude e também na concessão de créditos. Esse é o tema do painel Os dados alternativos na concessão de crédito e na fraude, que mostra casos reais de como usar essas fontes de informação para aumentar a bancarização da sociedade, incluindo a concessão de crédito. A discussão acontece dia 26, às 14h30. 

Hiperautomação

O uso de inteligência de dados também envolve tecnicalidades como a geração de modelos de árvores de decisão. Dois especialistas no uso combinado de hiperautomação e Data Science vão mostrar a sinergia entre os temas no contexto financeiro. Em outras palavras: como usar uma base prévia histórica de tomadores de crédito, visando aprimorar a tomada de decisões, identificando oportunidades de melhoria e impulsionando a eficiência operacional. Esse workshop acontece dia 27, ao 12h. 

Atendimento digital x físico

inteligencia de dados

Como o usuário enxerga a diferença entre atendimento na agência e nos canais digitais como aplicativos? Essa pergunta será respondida no painel Principalidade dos clientes e seus canais de relacionamento, que reúne dois bancos – BB e Inter – e a consultoria Oliver Wyman. Na verdade, outras questões também serão discutidas com base numa pesquisa inédita que mostra, entre outras coisas, as razões que levem um cliente a escolher uma Instituição financeira. Entram nessa avaliação quesitos como atendimento, capilaridade e custo financeiro, entre outros. Anote: dia 26, às 14h. 

CRM + ominicalidade

O caso real de uma instituição financeira será apresentado no dia 26, às 11h05. O painel Transformação digital focada em CRM e ominicanalidade em um grande banco brasileiro mostrará como algumas plataformas podem apoiar a transformação digital e gestão de relacionamento com o cliente (CRM) no dia a dia. O caso envolve a hiperpersonalização de soluções de relacionamento e atendimento ao cliente.



Matérias relacionadas

drex liquidez Inovação

Drex: mais liquidez com uso de ativos

Clarissa de Souza, a responsável pela arquitetura que suportará a nova moeda digital, explica a sua funcionalidade e segurança

inclusao mulheres Inovação

Inclusão das mulheres na liderança também chega ao setor financeiro

Para Marisa Reghini, características femininas como colaboração e visão holística têm muito a contribuir para a evolução do setor como um todo

tendencias digitais Inovação

Sete tendências digitais para a década, segundo Sandy Carter

Executiva da Unstoppable Domains é especialista em web 3.0 e apontou caminhos na recente SXSW

bancos preparacao quantica Inovação

Bancos, indústrias e pesquisadores trabalham na preparação quântica

Tecnologia ainda depende de respostas da ciência básica, mas empresas já buscam antecipar as oportunidades e desafios com computação e comunicação baseadas nas propriedades de partículas elementares