Open banking e tecnologia viabilizam novos modelos de negócio

< 1 minuto de leitura

Com o open banking, organizações de diferentes segmentos podem oferecer serviços de meios de pagamento e crédito; investimentos em tecnologia serão o diferencial



Por Redação em 07/03/2022

O open banking permite que os consumidores compartilhem seus dados bancários entre instituições, sejam elas bancos ou não. Isso abre uma série de oportunidades para organizações dos mais distintos segmentos que ofereçam soluções de crédito, financiamento, meios de pagamento e outros serviços financeiros. 

Nesse contexto também se inserem as fintechs, empresas que se destacam das instituições financeiras tradicionais justamente pela inovação e o alto investimento em tecnologia. “O setor bancário, há décadas, é um dos líderes da inovação tecnológica no Brasil. Assim, quem chega agora vai encontrar um consumidor exigente. Por isso, as novas soluções precisam oferecer eficiência e usabilidade iguais ou melhores que as dos bancos”, afirmou o diretor-executivo da Embratel, Antonio João Filho, destacando a importância destas empresas prepararem sua infraestrutura de TI para isso. 

Segundo o executivo, os desafios do segmento são investir em ferramentas de telecom, cloud, omnichannel e segurança. “A Embratel tem essas soluções personalizadas, para cada negócio neste segmento”, disse ele ao Valor.

Open banking aumenta preocupação com a proteção de dados

Apesar da possibilidade de os clientes compartilharem seus dados a partir do open banking, a proteção da privacidade, especialmente no caso de informações sensíveis, é essencial. 

As sanções previstas na Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD) podem chegar a multas de até 2% do faturamento bruto da empresa. Além disso, um vazamento de dados compromete a imagem corporativa e a reputação perante os clientes. Por isso é fundamental que as empresas invistam em tecnologia robusta de segurança, além de serviços específicos, como os oferecidos pela área de Data Analytics da Embratel, os quais contribuem para definição de scores (essenciais para serviços de crédito) ou para alertas de supostas fraudes.



Matérias relacionadas

cidades inteligentes Inovação

Tecnologia habilita cidades inteligentes

A tecnologia permite que os municípios entendam as demandas dos cidadãos, invistam em segurança pública, melhorem o trânsito, entre outros quesitos das cidades inteligentes

usina de Ouro Branco Inovação

Parceria com Embratel habilita indústria 4.0 na Gerdau

Com tecnologia da Embratel, a Gerdau vai implantar uma rede privativa dedicada 5G e LTE 4G em uma de suas fábricas, viabilizando os conceitos da indústria 4.0

Inovação

Desenvolvimento de IA dá lugar a BPO em planejamento de CFOs, aponta Gartner

Departamentos financeiros vão investir em outsourcing para implementar inteligência artificial em seus negócios em busca de mais sucesso nos projetos

Inovação

Metaverso exigirá mais cuidado com proteção de dados

O uso de um óculos de realidade aumentada por cerca de 20 minutos pode levar à captação de 20 milhões de dados de reações, biometria e comportamento