porto de santos

Porto de Santos pode economizar até R$ 1 bilhão com nova tecnologia

2 minutos de leitura

Piloto do PCS acontece em São Sebastião e poderá evoluir para a cidade vizinha



Por Redação em 12/06/2024

Um projeto-piloto da tecnologia PCS, sigla para Port Community System, será implantado pelo governo paulista no Porto de São Sebastião até 2026. Apesar de começar nessa instalação, a iniciativa abre a possibilidade de ser adotada pelo porto vizinho de Santos, o mais movimentado do país. De acordo com a Secretaria de Meio Ambiente, Infraestrutura e Logística (Semil), caso isso aconteça, a economia no porto santista pode chegar a R$ 1 bilhão.

A otimização acontece porque a plataforma eletrônica PCS conecta sistemas individuais existentes e bancos de dados de empresas e organizações distintas. O principal objetivo do PCS é permitir a troca e a consolidação segura e inteligente de dados operacionais dentro da rede portuária, segundo a definição da International Port Community Systems Association (EPCSA).

A tecnologia já é comum em portos de referência como os de Hamburgo, na Alemanha, e o de Rotterdam, maior da Europa, na Holanda, além do localizado em Valência, na Espanha. Com o sistema, todos os portos citados podem integrar informações sobre chegadas e partidas de navios, além de cargas importadas e exportadas. Da autoridade portuária até os armadores, despachantes e práticos, todos os stakeholders envolvidos estarão dentro do sistema.

Gestão logística é beneficiada

No Brasil, o Porto de São Sebastião será o primeiro a operar com a tecnologia, com a promessa adicional de redução de custos e diminuição do tempo de espera em filas de embarcações e veículos de carga. O uso da plataforma digital também gera ganhos em sustentabilidade, ao melhorar a gestão da cadeia logística portuária, de acordo com a Semil.

Porto de São Sebastião (Foto: Reprodução/Governo do Estado de São Paulo)

Para Ernesto Sampaio, presidente da Companhia Docas de São Sebastião, o sistema tornará possível um rastreamento de alta qualidade das cargas no porto e melhor gestão de toda a logística portuária. Entre as ações para a implementação, o executivo destaca um trabalho com a comunidade do porto e também visitas técnicas a portos europeus que usam o PCS.

Além da nova plataforma eletrônica, o Porto de São Sebastião também está tendo sua fluidez melhorada em outras frentes. É o caso da infraestrutura de transporte, com destaque para a conclusão das obras do Contorno Sul da Rodovia Nova Tamoios, prevista para o final de 2024.



Matérias relacionadas

iot em servicos financeiros Conectividade

Bancos prospectam IoT em serviços financeiros

Combinação de dispositivos inteligentes e conectividade 5G abre novas possibilidades, que ainda precisam passar pelo crivo do mercado

multicloud hibrida Conectividade

Empresas melhoram resultados com uso de multicloud híbrida

Explorar os diferenciais de funcionalidades e custos dos provedores implica novas abordagens de gerenciamento e tomada de decisão

satelite da embratel Conectividade

Cindactas da Força Aérea vão usar comunicação satelital da Embratel

Comando da Aeronáutica contrata serviços na Banda C, com satélite Star One C3

baixa conectividade significativa Conectividade

Brasil tem maioria da população com baixa conectividade significativa

Levantamento do Cetic.br/NIC.br apontou que os brasileiros tem deficiências no acesso, no uso e na apropriação da rede