IA na personalização de estudo

Yduqs mostra uso da IA na personalização de estudo

2 minutos de leitura

Grupo de instituições de ensino adota inteligência artificial como ferramenta de apoio



Por Redação em 23/10/2023

A Yduqs, grupo educacional com 1,3 milhão de alunos e várias marcas de ensino superior, como Estácio, Ibmec, Idomed e Wyden, adotou a inteligência artificial (IA) a favor de seus alunos. Em vez de vê-la como ameaça, a estratégia é usar a tecnologia, entre outras, coisas, para ajudar os estudantes a personalizarem o aprendizado.

A iniciativa acontece por meio da EnsineMe, startup criada pela própria Yduqs e que usa a IA generativa no  desenvolvimento de metodologias de ensino digital e conteúdo acadêmico para personalizar o ensino.

De acordo com o grupo, a IA não substitui professores ou curadores, mas permite a criação de formatos de aprendizagem mais diversos, adaptados às necessidades individuais de cada estudante.

Machine learning e análise de dados

Outra tecnologia adotada é o aprendizado de máquina para analisar o engajamento dos alunos, com um foco na previsão de desistência. Por meio da análise de vários indicadores, como a frequência do aluno nas aulas e a interação com ferramentas digitais, o recurso consegue prever, com cerca de 90% de assertividade, se um estudante está em risco de desistir.

A previsão é baseada na análise de indicadores como a forma e a frequência com que o aluno interage com as ferramentas digitais e o número de vezes que ele aciona as instituições de ensino para esclarecer dúvidas. Como esse canal é majoritariamente digital, os dados são facilmente cruzados para avaliar o nível de possiblidade de evasão.

A informação é do jornal Valor e mostra que, quando  esse risco é identificado, a escola entra em contato com o estudante para entender seus problemas e incentivar sua permanência.

Para a vice-presidente de crescimento e novos negócios da Yduqs e CEO do Ibmec, o conteúdo continua sendo de responsabilidade dos professores, mas a IA permite a criação de novos formatos de aprendizagem. Ela também avalia que o uso desse recurso mostra que a era da ultrapersonalização está atingido a educação.



Matérias relacionadas

inclusao mulheres Inovação

Inclusão das mulheres na liderança também chega ao setor financeiro

Para Marisa Reghini, características femininas como colaboração e visão holística têm muito a contribuir para a evolução do setor como um todo

tendencias digitais Inovação

Sete tendências digitais para a década, segundo Sandy Carter

Executiva da Unstoppable Domains é especialista em web 3.0 e apontou caminhos na recente SXSW

bancos preparacao quantica Inovação

Bancos, indústrias e pesquisadores trabalham na preparação quântica

Tecnologia ainda depende de respostas da ciência básica, mas empresas já buscam antecipar as oportunidades e desafios com computação e comunicação baseadas nas propriedades de partículas elementares

privacidade drex Inovação

BC testa abordagens de privacidade nos pilotos do Drex

Tema é obrigatório para o Banco Central no desenvolvimento da nova moeda digital