oportunidades do 5G

5G cria oportunidades para novos produtos e serviços

2 minutos de leitura

A alta velocidade e baixa latência do 5G abre um leque de possibilidades para empresas de diversos segmentos, que já se preparam para as transformações



Por Redação em 02/02/2022

O prazo para que todas as capitais brasileiras tenham a rede 5G implantada é julho de 2022. Depois disso, os demais municípios devem começar a receber a tecnologia, conforme calendário estabelecido pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel). De olho nas oportunidades de prestar novos serviços ou viabilizar novos produtos, muitas empresas já estão se preparando para a mudança. 

Segundo Pedro Prates, codiretor da Cubo Itaú, um hub de inovação que fomenta o empreendedorismo e a tecnologia, organizações dos mais diversos setores e portes já estão se preparando para as transformações do mercado. “Aqui no Cubo, temos grandes empresas de diversos segmentos que falam com a gente constantemente sobre o 5G, o quanto estão investindo nisso e olhando para o setor. Desde gigantes do agro a operadoras de telecomunicações”, disse ele, em entrevista à Folha de São Paulo.

5G viabiliza inovação, permite acesso e transforma relações

Vários produtos e serviços se tornarão viáveis com a maior velocidade da rede. Um exemplo disso são os treinamentos que utilizam a realidade virtual para simular ambientes reais, com segurança e praticidade para os participantes. Na área médica, esse será um diferencial para os alunos, que podem participar de cirurgias ou conhecer melhor a anatomia do corpo humano com o uso da tecnologia.

Mas o leque de segmentos beneficiados é amplo. Empresas de varejo poderão oferecer uma melhor experiência aos usuários, veículos autônomos (no campo ou mesmo em estradas) serão viabilizados, galpões logísticos terão a operação otimizada e o agronegócio ganhará maior produtividade com sistemas de monitoramento remoto e máquinas automatizadas, entre outros. 

Além disso, para os consumidores, a maior conectividade deverá levar o acesso bancário e a serviços financeiros a um número muito maior de pessoas – que hoje dependem de conexões que muitas vezes não funcionam. 

Outro aspecto relevante é a evolução dos relacionamentos interpessoais e também da relação entre pessoas e empresas. “Vivemos um momento de profunda transformação dos indivíduos e das relações humanas, tanto pessoais quanto profissionais. Como os indivíduos estão cada vez mais conectados, eles buscam valores sólidos em todas as relações, inclusive naquelas de consumo. E isso vai exigir cada vez mais modelos de negócio diferenciados”, disse Katia Vaskys, gerente-geral da IBM Brasil, durante um painel realizado em 2021 pela Febraban, com o intuito de discutir as oportunidades do 5G.



Matérias relacionadas

5G agronegócio Conectividade

Agronegócio no Brasil não pode prescindir do 5G

A melhoria da conectividade no campo aumenta a produtividade e pode elevar o valor bruto da produção agrícola em mais de 6%

lte 5g privado Conectividade

IDC estima que LTE/5G privado atingirá US$ 8,3 bilhões até 2026

Estimativa foi feita pela IDC, que apontou uma taxa de crescimento anual composta (CAGR) de cinco anos de 35,7% no período de 2022 a 2026

Odelio Horta Conectividade

Ensino híbrido é um caminho sem volta

A pandemia acelerou a necessidade de soluções para ensino remoto, e, na visão de Odélio Horta Filho, as novas ferramentas vieram para ficar

Conectividade

5G habilita tecnologias existentes para a indústria 4.0

Internet das Coisas, Inteligência Artificial, Machine Learning e Realidade Aumentada se tornarão realidade na indústria com o 5G