5G requer mais infraestrutura, mas tem maior eficiência energética

< 1 minuto de leitura

A rede 5G demanda cinco vezes mais cabeamento e antenas em comparação com o 4G, segundo Telcomp, mas consome menos energia



Por Redação em 21/02/2022

As antenas necessárias para o 5G são menores do que as usadas atualmente e têm a dimensão média de uma caixa de sapato, de acordo com a Conexis, associação que representa as operadoras Algar, Claro, Oi, Sercomtel, Tim e Vivo. No entanto, conforme a Associação Brasileira das Prestadoras de Serviços de Telecomunicações Competitivas (Telcomp), a infraestrutura necessária é de cerca de cinco vezes mais do que a existente para o 4G. 

Conforme explicou à Folhapress o presidente-executivo da Telcomp, Luiz Henrique Barbosa da Silva, a quantidade de antenas a serem instaladas depende de diferentes fatores, entre eles densidade populacional (regiões densamente povoadas demandam maior infraestrutura) e elementos geográficos, como a presença de túneis e morros. Além disso, as instalações existentes precisarão ser substituídas, pois não é possível adaptar os equipamentos existentes para uma velocidade maior.

Consumo de energia será menor

Apesar da necessidade de maior infraestrutura, o 5G consegue transportar dados com um consumo de energia mais eficiente do que no 4G. No entanto, para a instalação de novos equipamentos, alguns cuidados serão fundamentais, pois existe uma nova malha de cabeamento a ser instalada. 

“Quando comparamos o nosso investimento com o de outros setores de infraestrutura, vemos que ele é limpo. Estamos falando em passar no país um cabeamento robusto. Nos centros urbanos, é preciso furar calçadas para passar um duto, mas isso não se compara a investimentos que cruzam, por exemplo, uma reserva florestal”, disse Marcos Ferrari, presidente-executivo da Conexis, em entrevista à Folhapress.

Segundo ele, ainda é cedo para ter uma estimativa exata do impacto do consumo de energia para a implementação do 5G, mas todas as operadoras atendem a compromissos ambientais.

Além disso, existe a expectativa de redução no desperdício de energia quando outros aparelhos além de celulares, tais como máquinas agrícolas, estiverem conectados ao 5G.



Matérias relacionadas

Conectividade

Londres lança política de inclusão digital para conectar um quarto da população

Quase 2 milhões de londrinos têm acesso limitado à Internet, enquanto 3% não tem nenhum acesso. Programa social visa atacar esse déficit.

Conectividade

Internet avança nas áreas rurais do Brasil

Segundo a pesquisa TIC Domicílios 2021, o uso de internet no país aumentou durante a pandemia, em todas as regiões, embora a conectividade no campo ainda seja menor

Conectividade

Assinaturas 5G podem chegar a 4,4 bilhões até 2027, segundo Ericsson

Número de assinaturas 5G já chegou a 1 bilhão no mundo e a percepção é que a nova tecnologia está avançando mais rápido que as antecessoras

conexao 5g Conectividade

Claro inaugura serviço de 5G+ em Brasília

A capital do Distrito Federal será a primeira a ter o serviço de 5G+ na faixa de 3,5 GHz da Claro, habilitando melhores experiências aos seus clientes