5g setor hoteleiro

Como o 5G pode impactar o setor hoteleiro?

2 minutos de leitura

Setor hoteleiro está passando por transformação digital e vê na rede 5G a otimização para o uso de novas ferramentas



Por Redação em 27/09/2023

Há pouco menos de um ano, a rede 5G foi ativada em todas as capitais brasileiras, o que significa que pelo menos 24% da população passou a ter acesso à tecnologia. O setor hoteleiro do Brasil – destino de alguns dos principais roteiros turísticos do mundo – não foge à esse contexto, e começa a ser postitivamente impactado pelo 5G.

A digitalização do setor de turismo é estratégica. Uma conexão mais rápida e com menor latência pode aprimorar a experiência do usuário e a segurança durante o uso, seja via software local ou acesso em nuvem. Uma conexão estável dá maior sustentação aos sistemas e evita queda de links. 

De acordo com o noticiado pelo TI Inside, o setor hoteleiro está passando pelo processo de transformação digital, sendo que a rede 5G tem capacidade de otimizar o uso de ferramentas digitais e mobile no dia a dia da operação. Ou seja, os impactos da rede 5G no setor hoteleiro já podem ser notados, inclusive pelo público. 

5G e o impacto no setor hoteleiro

Entre os impactos do 5G no setor hoteleiro, a conectividade e a cobertura de sinal se destacam. A rede 5G proporciona o uso interno de soluções digitais de modo mais rápido e seguro e, mesmo que indiretamente, isso reflete no atendimento ao público. 

5g setor hoteleiro

O uso de tablets, por exemplo, é bastante comum para o atendimento de hóspedes e para o controle de governança corporativa. O fato é que a estrutura tecnológica que se tem hoje no setor hoteleiro foi, de certa forma, melhorada com a tecnologia 5G. A ampliação da cobertura de sinal também atinge os hóspedes e os impacta positivamente, transformando sua estadia.

O avanço da área de cobertura das regiões que ainda não contam com a rede 5G deve acontecer de forma gradual no Brasil. Essa ampliação deve beneficiar instituições hoteleiras também em regiões mais distantes, onde é comum encontrar problemas de conexão. Afinal, a conectividade se tornou um diferencial competitivo, uma vez que ter uma boa conexão de internet é essencial para a maioria das pessoas atualmente.

Hoje em dia, os hotéis priorizam o uso de tecnologias de ponta também na operação. O uso de inteligência artificial, IoT e nuvem está cada vez mais presente, por exemplo. Os dados, nesse contexto, tomaram a cena, permitindo aprimorar a experiência do cliente. Um exemplo é quando os hotéis podem oferecer produtos que mais se adequam ao comportamento de consumo de cada hóspede. Isso é feito por meio de assistentes virtuais e chatbots, eficientes no atendimento do consumidor, e aplicativos que digitalizam rotinas e dão mobilidade à equipe.

Turismo

O turismo de negócios também é impactado pela expansão da rede 5G. Isso porque a maioria dos hotéis contam com espaços para eventos corporativos e sociais, o que demanda boa conexão de internet. Os eventos corporativos são os que exigem redes com conexões mais robustas.



Matérias relacionadas

industria de chips Conectividade

Governo oferece R$ 100 milhões para estimular indústria de chips no Brasil

Edital Mais Inovação Semicondutores foi lançado pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação e a Financiadora de Estudos e Projetos (Finep)

cidades mais inteligentes do Brasil Conectividade

Quais são as cidades mais inteligentes no Brasil

Entenda como o Ranking Connected Smart Cities avalia quais são as cidades mais inteligentes do Brasil e como elas estão evoluindo

5g em sp Conectividade

Regulação do 5G em SP avança para 242 cidades

Estado de São Paulo fecha 2023 com mais cidades legalizando a quinta geração de telefonia móvel

conectividade e inclusão digital Conectividade

Conectividade e inclusão digital estão no caminho das cidades inteligentes

Em 2023, 84% dos brasileiros tiveram acesso à internet, mas 29 milhões de pessoas ainda não têm conectividade