5g setor hoteleiro

Como o 5G pode impactar o setor hoteleiro?

2 minutos de leitura

Setor hoteleiro está passando por transformação digital e vê na rede 5G a otimização para o uso de novas ferramentas



Por Redação em 27/09/2023

Há pouco menos de um ano, a rede 5G foi ativada em todas as capitais brasileiras, o que significa que pelo menos 24% da população passou a ter acesso à tecnologia. O setor hoteleiro do Brasil – destino de alguns dos principais roteiros turísticos do mundo – não foge à esse contexto, e começa a ser postitivamente impactado pelo 5G.

A digitalização do setor de turismo é estratégica. Uma conexão mais rápida e com menor latência pode aprimorar a experiência do usuário e a segurança durante o uso, seja via software local ou acesso em nuvem. Uma conexão estável dá maior sustentação aos sistemas e evita queda de links. 

De acordo com o noticiado pelo TI Inside, o setor hoteleiro está passando pelo processo de transformação digital, sendo que a rede 5G tem capacidade de otimizar o uso de ferramentas digitais e mobile no dia a dia da operação. Ou seja, os impactos da rede 5G no setor hoteleiro já podem ser notados, inclusive pelo público. 

5G e o impacto no setor hoteleiro

Entre os impactos do 5G no setor hoteleiro, a conectividade e a cobertura de sinal se destacam. A rede 5G proporciona o uso interno de soluções digitais de modo mais rápido e seguro e, mesmo que indiretamente, isso reflete no atendimento ao público. 

5g setor hoteleiro

O uso de tablets, por exemplo, é bastante comum para o atendimento de hóspedes e para o controle de governança corporativa. O fato é que a estrutura tecnológica que se tem hoje no setor hoteleiro foi, de certa forma, melhorada com a tecnologia 5G. A ampliação da cobertura de sinal também atinge os hóspedes e os impacta positivamente, transformando sua estadia.

O avanço da área de cobertura das regiões que ainda não contam com a rede 5G deve acontecer de forma gradual no Brasil. Essa ampliação deve beneficiar instituições hoteleiras também em regiões mais distantes, onde é comum encontrar problemas de conexão. Afinal, a conectividade se tornou um diferencial competitivo, uma vez que ter uma boa conexão de internet é essencial para a maioria das pessoas atualmente.

Hoje em dia, os hotéis priorizam o uso de tecnologias de ponta também na operação. O uso de inteligência artificial, IoT e nuvem está cada vez mais presente, por exemplo. Os dados, nesse contexto, tomaram a cena, permitindo aprimorar a experiência do cliente. Um exemplo é quando os hotéis podem oferecer produtos que mais se adequam ao comportamento de consumo de cada hóspede. Isso é feito por meio de assistentes virtuais e chatbots, eficientes no atendimento do consumidor, e aplicativos que digitalizam rotinas e dão mobilidade à equipe.

Turismo

O turismo de negócios também é impactado pela expansão da rede 5G. Isso porque a maioria dos hotéis contam com espaços para eventos corporativos e sociais, o que demanda boa conexão de internet. Os eventos corporativos são os que exigem redes com conexões mais robustas.



Matérias relacionadas

digitalização de serviços Conectividade

Digitalização de serviços em SP tem aporte do BID e chega a US$ 205,2 milhões

Projeto SP Mais Digital tem a meta de aprimorar acesso a serviços públicos digitais

megaedu Conectividade

MegaEdu apoia governo na conectividade de escolas públicas

Acordo de cooperação da Megaedu e Governo Federal foi assinado em agosto e já rende frutos

Escolas Conectadas Conectividade

O que é e como funciona o programa Escolas Conectadas, do Governo Federal

Garantir a conectividade para fins pedagógicos em todas as escolas públicas de educação básica do país, é um dos propósitos do Governo Federal

The Next Gen Conectividade

Evento incentiva mulheres na área de TI e empreendedorismo feminino

A segunda edição do The Next Gen premia e fomenta a inserção das mulheres na tecnologia